MS diz não ter dados suficientes para confirmar 2ª onda de Covid-19

O secretário-executivo da pasta, Élcio Franco, diz que o sistema sofreu instabilidades desde o ataque hacker

Escrito por Redação 19/11/2020 20:39, atualizado em 19/11/2020 21:37
Franco afirma que a pasta está preparada para ajudar as regiões afetadas, caso a confirmação do crescimento seja realizada
Franco afirma que a pasta está preparada para ajudar as regiões afetadas, caso a confirmação do crescimento seja realizada . Foto: Divulgação/ Agência Brasil


As últimas notícias em relação ao aumento dos óbitos por Covid-19 assustaram muitas pessoas nos últimos dias no país. Contudo, de acordo com o Ministério da Saúde, não existem informações suficientes para afirmar que há uma segunda onda do novo vírus.

 

O secretário-executivo da pasta, Élcio Franco, diz que o ataque hacker que ocorreu a duas semanas, gerou instabilidades no sistema que não foram solucionadas até o momento. Segundo ele, não teria uma base de dados consistente para analisar realmente aconteceu um aumento no número de casos, óbitos e hospitalizações.

 

Foi assegurado por Franco, que a pasta está preparada para ajudar as regiões afetadas, se o crescimento seja constatado. “O ministério tem estrutura adequada para atender as demandas de estados e municípios. Nosso principal objetivo é salvar vidas”, diz o secretário.

 

De acordo com o secretário de vigilância em saúde do órgão, Arnaldo Correia, a falta dos dados dificulta a realização da previsão da contagem correta dos números, seja por aumento ou diminuição.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas