Parceria entre TSE e WhatsApp banem mais de mil contas no Brasil

Foram realizadas 4.630 denúncias para o TSE

Escrito por Redação 19/11/2020 18:26, atualizado em 19/11/2020 19:24
A nova plataforma de denúncias combate a vitalidade e as 'fake news'
A nova plataforma de denúncias combate a vitalidade e as 'fake news' . Foto: Divulgação/ Agência Brasil


Nesta quinta-feira (19) foi anunciado que uma ação conjunta entre o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o aplicativo ‘Whatsapp’, baniram mais de mil contas denunciadas por suspeita de disparos de mensagens em massa. Essa situação aconteceu depois do primeiro turno das eleições municipais.

 

Com a nova parceria entre o TSE e o WhatsApp, a plataforma de denúncias foi feita com o objetivo de combater a vitalidade e as ‘fake news’ durante as eleições, no contexto do Programa de Enfrentamento à Desinformação da corte eleitoral.

 

Foram enviadas 4.630 denúncias ao WhastApp para verificação de supostas violações no Termo de Serviços da empresa, entre os dias 27 de setembro e 15 de novembro. Detectaram 3.236 contas inválidas, e dentre elas 1.004 foram banidas, correspondendo a 31% das contas válidas encaminhadas pelo TSE. Cerca de 63% entre as contas banidas haviam sido bloqueadas antes de serem reportadas, de maneira automática pelo próprio sistema da plataforma.

 

De acordo com o secretária-geral da Presidência do Tribunal Eleitoral, Aline Osorio, O disparo em massa de mensagens é uma prática proibida, passível de punições nas eleições. “Os eleitores devem estar atentos e denunciar atividades suspeitas que desequilibrem o processo eleitoral”, completa.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas