Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0766 Euro up 5,2530
Search

Homem preso no assassinato de Marielle jogou armas no mar da Barra

Pescador afirma que homem usou seu barco para jogar armas

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de novembro de 2020 - 21:23
Imagem ilustrativa da imagem Homem preso no assassinato de Marielle jogou armas no mar da Barra

As armas que mataram a vereadora Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes podem ter sido jogadas no mar. Em depoimento ao Ministério Público, um pescador disse que em 14 de março de 2019, um homem teria usado um dos barcos dele para jogar armas longas no mar da Barra da Tijuca. Segundo reportagem da GloboNews, o MPRJ afirma que esse o homem que atirou as armas é Josinaldo Lucas Freitas, o Djaca, um dos presos no Caso Marielle Franco e Anderson Gomes.

Segundo a matéria, Djaca é apontado como cúmplice do ex-policial Ronnie Lessa, que é acusado de ser autor dos disparos contra a vereadora, e também suspeito de ter se desfeito da submetralhadora usada no crime. A GloboNews também teve acesso ao depoimento do pescador, que teria dito a uma promotora que, no dia 14 de março, voltava de uma pescaria quando foi contratado por um homem que disse que queria mergulhar. Segundo as investigações, esse contratante era Djaca, e ele teria embarcado com várias bolsas, caixas, malas até as Ilhas Tijucas, que fica em a uma distância de 1,8 quilometro do Quebra-Mar da Barra.

Djaca foi preso no dia 3 de outubro de 2019, acusado de atrapalhar as investigações sobre o caso Marielle. Até o momento, 28 buscas pelas armas jogadas no mar, mas nada foi encontrado pela polícia, pela Marinha e pelos bombeiros. 

Ainda de acordo com a reportagem do canal, o delegado Daniel Rosa lamentou o fato de as armas não terem sido encontradas durante a audiência. "Foi uma pena não ter encontrado essas armas. Certamente foram usadas em outros homicídios pelo bando de Ronnie Lessa. Foi uma pena não ter achado pra fazer o confronto balístico", disse.

Matérias Relacionadas