Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2628
Search

Claro, Samsung e Motorola terão que dar explicações ao Procon sobre 5G no Brasil

Tecnologia estará disponível somente no segundo semestre de 2021

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 10 de novembro de 2020 - 17:16
Empresas estariam oferecendo produtos com a rede, sem ela estar disponível
Empresas estariam oferecendo produtos com a rede, sem ela estar disponível -

A operadora Claro e as fabricantes Samsung e Motorola foram notificadas pelo Procon de São Paulo por ofertarem aparelhos celulares com a rede 5G no Brasil.

As empresas terão que responder alguns questionamentos do órgão, já que as três estão ofertando em seus sites a venda de aparelhos com rede 5G, sem que a tecnologia tenha sequer sido instalada no Brasil. O primeiro leilão realizado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) está marcado somente para o primeiro trimestre de 2021.

O Procon questiona "se o produto atrelado à tecnologia 5G já se encontra disponível no Brasil e, caso contrário, por que consta explicitamente da publicidade essa informação", e se o consumidor está sendo avisado das limitações do serviço oferecido e como é este aviso.

A Claro terá também que esclarecer se teve autorização dos órgãos competentes para a oferta do 5G e se tem como disponibilizar detalhes sobre o que está oferecendo, respondendo questões como "a amplitude de cobertura do serviço 5G, quando disponibilizada, se haverá limitações e, em que situações o serviço, na forma como está sendo ofertado, será garantido".

As três empresas já se manifestaram e disseram que responderão ao Procon.

O Brasil poderá ter uma rede de 5G somente no segundo semestre de 2021, após o leilão, que sofre com pressões externas, como a pressão dos EUA para que a chinesa Huawei não participe dele. 

Matérias Relacionadas