Mais três gonçalenses morrem vítimas de coronavírus e o município é o segundo com mais óbitos do Rio

A discrepância entre os dados dos órgãos públicos é de mais de 5 mil casos

Escrito por Redação 10/11/2020 11:39, atualizado em 10/11/2020 11:30
Foram registrados dois óbitos por causa da doença no último fim de semana no município
Foram registrados dois óbitos por causa da doença no último fim de semana no município . Foto: Divulgação

Por Ana Carolina Moraes*


Apesar de apresentar um baixo risco de contaminação, as mortes em decorrência do coronavírus continuam ocorrendo em São Gonçalo. Só no último fim de semana, foram registrados dois óbitos por causa da doença, segundo a Prefeitura. Já na última segunda-feira (09), foi registrado mais um óbito. Vale lembrar que o município está em segundo lugar quando se fala em mortes pela doença, segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro (SES).


São Gonçalo registra, segundo o boletim da última segunda-feira (09) da Secretaria de Estado, cerca de 14.896 casos confirmados de pacientes com a doença, já o número de óbitos pelo vírus no município é de 796. Com isso, São Gonçalo é o terceiro município com mais casos no Rio, perdendo para Niterói e para a capital, e o segundo com mais mortes, perdendo apenas para a cidade do Rio. 


Os números alarmantes assustam, mas o que mais chama a atenção é a discrepância entre os dados apresentados pela Prefeitura de São Gonçalo e pelo Estado. 


Segundo a Prefeitura, o município registrou, na última segunda-feira (09), 20.146 casos confirmados de pacientes com a doença e 727 óbitos. Ou seja, a diferença do número de casos com relação à Secretaria do Estado é de 5.250, já no número de óbitos, a diferença é de 69. 


Em nota, a Prefeitura explicou o motivo da diferença em caso de números maiores no Estado, mas não o contrário.


"Quando o Estado apresenta um número de casos maior, é porque moradores de São Gonçalo foram internados em hospitais particulares e/ou públicos de outras cidades e após a confirmação da doença, encaminham os dados epidemiológicos direto ao Estado, quando o trâmite correto seria avisar ao município, que envia ao Estado.  No início da pandemia foi feita uma reunião com diretores de dezenas de hospitais para organizar este fluxo. Acabamos recebendo os dados depois, mas pro este motivo existe este delay", disse o órgão.


Sobre o caso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), por meio da Subsecretaria de Vigilância em Saúde (SVS), informou que "está apurando junto aos municípios a diferença de dados. A Subsecretaria esclarece que conta com quatro canais de informação (e-SUS VE, SIVEP-gripe, GAL e e-mail do CIEVS) nos quais os municípios devem inserir seus números de casos e óbitos por coronavírus, e que são acompanhados diária e rigorosamente pela equipe estadual. Possíveis divergências de informação entre os dados da SES e dos municípios ocorrem quando não há notificação adequada nos sistemas oficiais.


A SVS frisa que a notificação de casos e óbitos é de responsabilidade dos municípios, e que, sendo observadas discrepâncias, a Subsecretaria entra em contato para solicitar a regularização da situação e, caso proceda, a correção nos canais oficiais. A SES reforça ainda que a doença é de notificação obrigatória e que as prefeituras precisam inserir os dados nos canais disponíveis já citados.


A Subsecretaria coleta os dados nos sistemas oficiais do Ministério da Saúde (MS) após inclusão das informações pelos municípios. Contudo, eventualmente os sistemas do MS apresentam instabilidade e os municípios adiam as notificações. Por isso, pode haver defasagem de informações, sendo os casos mais antigos contabilizados primeiro.


Em apoio aos canais federais, o CIEVS (Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde), da SES, também recolhe dados em planilhas próprias, por vezes antes de serem notificados nos demais sistemas."


Confira os dados da Secretaria de Estado de Saúde:


Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:


Rio de Janeiro - 122.527

Niterói - 16.445

São Gonçalo - 14.896

Belford Roxo - 11.121

Duque de Caxias - 10.902

Macaé - 9.774

Campos dos Goytacazes - 8.189

Nova Iguaçu - 7.880

Teresópolis - 7.812

Volta Redonda - 7.674

Angra dos Reis - 6.331

Itaboraí - 4.953

Magé - 4.574

Maricá - 4.025

São João de Meriti - 3.947

Nova Friburgo - 3.911

Barra Mansa - 3.762

Três Rios - 3.409

Itaperuna - 3.180

Resende - 3.137

Cabo Frio - 3.066

Petrópolis - 2.932

Itaguaí - 2.728

Queimados - 2.693

Rio das Ostras - 2.420

Guapimirim - 2.221

Rio Bonito - 2.137

Mesquita - 1.788

Araruama - 1.765

Nilópolis - 1.569

São Pedro da Aldeia - 1.434

São João da Barra - 1.360

Barra do Piraí - 1.273

Santo Antônio de Pádua - 1.259

Saquarema - 1.237

Mangaratiba - 1.172

Paraíba do Sul - 1.162

Casimiro de Abreu - 1.114

Paraty - 994

Tanguá - 969

Seropédica - 914

Iguaba Grande - 909

Vassouras - 897

Paracambi - 865

Piraí - 864

Bom Jesus do Itabapoana - 857

Conceição de Macabu - 807

Valença - 769

Porciúncula - 757

Varre-Sai - 742

Cachoeiras de Macacu - 708

Sapucaia - 689

Natividade - 655

São Francisco de Itabapoana - 642

Japeri - 603

Armação dos Búzios - 587

Quissamã - 579

Pinheiral - 578

Miracema - 536

São José do Vale do Rio Preto - 502

Porto Real - 474

Cardoso Moreira - 453

Itatiaia - 435

Itaocara - 432

Cantagalo - 422

Cordeiro - 418

Carapebus - 370

Italva - 365

Laje do Muriaé - 347

Silva Jardim - 332

Rio Claro - 328

Miguel Pereira - 313

Mendes - 303

Areal - 286

São Fidélis - 285

Carmo - 259

Engenheiro Paulo de Frontin - 239

Arraial do Cabo - 237

Cambuci - 224

Sumidouro - 215

Bom Jardim - 212

Paty do Alferes - 209

Aperibé - 203

Quatis - 173

Comendador Levy Gasparian - 171

São José de Ubá - 148

Macuco - 131

Santa Maria Madalena - 121

São Sebastião do Alto - 94

Duas Barras - 78

Trajano de Moraes - 70

Rio das Flores - 26

 

As 20.905 vítimas de Covid-19 no estado foram registradas nos seguintes municípios:


Rio de Janeiro - 12.312

São Gonçalo - 796

Duque de Caxias - 789

Nova Iguaçu - 691

Niterói - 532

São João de Meriti - 493

Campos dos Goytacazes - 432

Belford Roxo - 325

Petrópolis - 271

Magé - 258

Volta Redonda - 244

Itaboraí - 230

Nilópolis - 207

Angra dos Reis - 204

Mesquita - 193

Barra Mansa - 180

Macaé - 174

Teresópolis - 173

Cabo Frio - 172

Nova Friburgo - 162

Itaguaí - 140

Maricá - 133

Resende - 115

Itaperuna - 87

Rio das Ostras - 85

Saquarema - 80

Araruama - 73

Queimados - 71

Seropédica - 71

Três Rios - 71

Guapimirim - 70

Barra do Piraí - 63

Rio Bonito - 62

São Pedro da Aldeia - 60

Tanguá - 44

Japeri - 43

Mangaratiba - 43

Iguaba Grande - 38

Paracambi - 38

Cachoeiras de Macacu - 37

Paraty - 34

Itaocara - 33

São Fidélis - 31

Casimiro de Abreu - 30

Sapucaia - 30

Porciúncula - 27

Vassouras - 27

Paraíba do Sul - 25

Valença - 24

Bom Jesus do Itabapoana - 23

Santo Antônio de Pádua - 23

São Francisco de Itabapoana - 23

Quissamã - 20

São José do Vale do Rio Preto - 19

Pinheiral - 18

Porto Real - 18

Armação dos Búzios - 16

Miguel Pereira - 16

Conceição de Macabu - 15

Piraí - 15

Rio Claro - 15

Sumidouro - 14

Italva - 12

Itatiaia - 12

São João da Barra - 12

Areal - 9

Silva Jardim - 9

Aperibé - 7

Cambuci - 7

Arraial do Cabo - 6

Paty do Alferes - 6

Miracema - 5

Natividade - 5

Santa Maria Madalena - 5

Bom Jardim - 4

Carapebus - 4

Carmo - 4

Comendador Levy Gasparian - 4

Engenheiro Paulo de Frontin - 4

Rio das Flores - 4

São Sebastião do Alto - 4

Cardoso Moreira - 3

Duas Barras - 3

Macuco - 3

Mendes - 3

São José de Ubá - 3

Cantagalo - 2

Laje do Muriaé - 2

Quatis - 2

Varre-Sai - 2

Cordeiro - 1

 

Para mais informações, acesse o painel de monitoramento de casos no estado do Rio de Janeiro em painel.saude.rj.gov.br 


*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas