Músico gonçalense faz vaquinha para arrecadar valor de instrumentos roubados em assalto

Emmanoel Nascimento já havia sido vítima de violência no ano passado, quando foi baleado durante roubo

Escrito por Redação 09/11/2020 17:46, atualizado em 09/11/2020 18:45
Músico gonçalense pede ajuda para se reerguer após segundo assalto
Músico gonçalense pede ajuda para se reerguer após segundo assalto . Foto: Divulgação

Por Thalita Queiroz


O músico gonçalense Emmanoel Nascimento, de 36 anos, iniciou uma vaquinha online após ter todo o seu material de trabalho roubado por criminosos na madrugada do dia 18 de outubro, enquanto retornava de uma noite de trabalho em uma casa de show, onde se apresentava com o grupo 'Um amô e no São bloco'. Emmanoel e o motorista de aplicativo, que o levava para casa, no bairro Paraíso, em São Gonçalo, foram abordados por criminosos próximo à quadra da escola de samba Unidos da Viradouro, em Niterói.


Em uma ação violenta, os assaltantes levaram todos os seus instrumentos que o ajudavam no trabalho complementar para ajudar no sustento de casa. Entre os itens levados estavam o seu contrabaixo Tagima Millenium top de 6 cordas com circuito EMG Bqs System instalado, um case Solide Maker, um fone de retorno akg 414, um pedal Bass Shaper da Nig, os remédios de controle do tireoide e mochila com outros itens pessoais.


Com um prejuízo estimado em R$ 6.500 mil, o músico tenta agora se reerguer para seguir trabalhando. Segundo Emmanoel, o dinheiro arrecado poderá ajuda-lo a comprar pelo menos um novo instrumento para voltar aos trabalhos nas noites, um trabalho que ele encara desde 2011 para ajudar na renda da família. 


“Sem a música eu não consigo sustentar minha família pois mesmo com meu emprego formal não consigo pagar minha casa, a educação da minha filha e ajudar meus pais que já são idosos. Então, sem meus instrumentos, sem a música, eu tenho que pedir ajuda de amigos para fechar as contas do mês”, lamenta o músico que já teve sua vida marcada pela violência no ano passado, quando foi baleado durante uma tentativa de assalto.


“Era umas 6h, foi na rua de casa quando saía para trabalhar. Parou um carro, mandou eu parar também e quando eu tirei a mão do bolso eles atiram algumas vezes em mim. Não tive reação, cai no chão e, quando percebi que ninguém vinha me ajudar, consegui levantar e correr uns 200 metros para pedir ajuda no condomínio perto de casa onde fui socorrido. Ainda tenho um bala alojada que não pode ser retirada pois corre o risco de eu perder o pâncreas”, relembra ele.


Traumatizado, Emmanoel já não estava mais conseguindo sair para trabalhar de ônibus e acumulou diversos outros traumas, como não conseguir nem mesmo andar na rua sozinho. Tentando recuperar forças para dar a volta por cima, Emmanoel conta com a solidariedade dos amigos.


Quem tiver interesse em ajudar o músico gonçalense, basta acessar o link da vaquinha online e contribuir com qualquer valor: http://vaka.me/1497442. Quem quiser falar diretamente com o músico, entre em contato no telefone: 21 98405-4963.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas