Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Moradoras de São Gonçalo superam desafios e se destacam no empreendedorismo

Viviane Fernandes e Monique Medeiros apostam em capacitação

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 09 de novembro de 2020 - 17:00
Viviane Fernandes é dona da Cinderella Sapatilhas
Viviane Fernandes é dona da Cinderella Sapatilhas -

Duas moradoras do bairro Trindade, em São Gonçalo, com mais de dez anos de história de trabalho na iniciativa privada, foram desligadas do banco e da empresa de telecomunicações, mas levantaram a cabeça, sacudiram a poeira e se reinventaram no empreendedorismo. Viviane Fernandes, 34 anos, abriu as portas da Cinderella Sapatilhas, em Alcântara, São Gonçalo, e começou a atuar como empreendedora no segmento de sapatilhas, rasteirinhas e bolsas exclusivas. Já Monique Medeiros, 35 anos, atua no mercado de lingerie e sex shop e inaugura, em dezembro, a primeira loja física do seu negócio, no Jardim Catarina.

Quando o impacto da notícia da demissão diminuiu, a ex-bancária Viviane Fernandes recebeu um convite do noivo Ricardo Max para montar o próprio negócio. Ela não vacilou e aceitou. A ideia era embarcar no empreendedorismo, ainda que não tivesse qualquer experiência. Logo no início do empreendimento, a jovem empreendedora viu a chegada da pandemia pelo novo coronavírus. O negócio sofreu um golpe. Diante do novo cenário, Viviane Fernandes se reinventou. 

A empreendedora decidiu aproveitar a quarentena para estudar vendas on-line. Nesse período ela focou na capacitação. “Só não fechei o empreendimento por causa da venda on-line”, conta Viviane. Além de buscar conhecimento em cursos, outra estratégia escolhida foi construir parcerias e marcar presença constante nas redes sociais. “Estou atuante nas redes sociais. Gravo diariamente stories, faço produção de fotos e postagens", destaca. Com o olhar mais à frente, a empreendedora planeja abrir novas lojas físicas e produzir as próprias peças, montando uma fábrica.

Se na antiga atividade profissional, o uso de calçados com salto alto trouxe problemas de coluna e varizes, hoje a empreendedora trabalha de forma confortável. "Só uso sapatilhas Cinderella", frisa com o sorriso de satisfação. A Cinderela Sapatilhas fica na Rua João Caetano, 350 - loja 2 -, Alcântara. Redes sociais: @cinderellasapatilhasoficial (Instagram) e @sejacinderellasapatilhasoficial.

A empreendedora do segmento lingerie e sex shop Monique Medeiros reconhece o sufoco de grande parte dos pequenos e micros empresários neste momento de pandemia, mas o negócio dela está na crista da onda. Isso porque, ela contabiliza aumento de 90% nas vendas. Em dezembro, para comemorar um ano de sucesso do negócio, a Monique Medeiros Lingerie e Sex Shop inaugura a sua primeira loja física, no Jardim Catarina, que vai ter um espaço reservado para fazer chá de lingerie para noivas, reuniões de amigas, por exemplo.

Criada em dezembro de 2019, a Monique Medeiros Lingerie e Sex Shop disparou em vendas entre o final de abril e maio. O resultado positivo não está acontecendo por mero acaso. A empreendedora Monique Medeiros tem planejamento e estratégias definidas, o que, segundo ela, leva ao caminho rentável do negócio. Uma das escolhas foi apostar no atendimento a domicílio. “Por incrível que possa parecer, a pandemia me ajudou bastante. Como realizo um atendimento personalizado indo até a cliente, a pandemia acabou me ajudando já que muita gente não saia de casa. A cliente agenda o atendimento, eu vou à casa dela e monto a loja só para ela. Assim, a pessoa pode fazer suas compras no conforto e segurança da sua residência”, explica.

Além desse diferencial, a empreendedora focou na venda on-line, criou um estúdio na própria casa, trabalha as redes sociais, faz parceria com digital influencer da região São Gonçalo e Niterói, além de elaborar um circuito de lives que acontece todo sábado, a partir das 17h, com temas e profissionais diversos. De acordo com Monique Medeiros, o objetivo das lives é atuar na autoestima da mulher. 

Engana-se os que pensam que o sucesso do negócio depende somente de esforço e sorte. Monique Medeiros não é uma aventureira simplesmente. Para investir no segmento sex shop, ela estudou e pesquisou para diminuir a margem de erro, porque ainda existe a questão do preconceito. “Fiz pesquisa e percebi que muita gente ainda enxerga esse mercado com olhar negativo. Para combater essa mancha, montei uma linha de atendimento com muita discrição”, comenta.

Criteriosa, Medeiros diz que ter um plano de negócios e conhecer bem as particularidades do mercado são fundamentais para quem está querendo investir nesse segmento. “Buscar informações sobre fornecedores, composições de produtos, conhecer o corpo humano, estudar sobre sexologia, e principalmente não ter vergonha do que faz”, dispara para, em seguida, destacar: “eu tenho muito orgulho de falar do meu empreendimento e a proposta dele”. Você pode conhecer a Monique Medeiros Lingerie e Sex Shop acessando o Instagram @moniquemedeiros.lingerie.

Matérias Relacionadas