Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0935 Euro up 5,2442
Search

Moradores do Paraíso pedem poda de árvore que invadiu fiação elétrica

Árvore ameaça também casas do local

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 09 de novembro de 2020 - 10:29
Árvore está sobre os fios de energia elétrica do local
Árvore está sobre os fios de energia elétrica do local -

Por Ana Carolina Moraes*

Uma amendoeira está causando transtorno e medo aos moradores da Rua Oscar Maldonado, no bairro Paraíso, em São Gonçalo. Isso porque a árvore que fica localizada na frente do número 619, na beira de um campo de futebol, cresceu sobre os fios de energia elétrica do local e quando venta na região, a vegetação arrebenta os fios. Além disso, há o risco da queda. 

"Tem muitos fios e redes de alta tensão que passam por baixo da árvore e ela está também em uma área de barranco, caso essa árvore tombe, como já está ocorrendo, a árvore vai destruir a casa do pessoal. Já pedimos a ajuda do setor de "Parques e Jardins" da Prefeitura, eles até foram lá, tiraram fotos, mas nunca retornaram. São duas árvores, uma do lado da outra, mas a principal é a maior e a que causa mais problemas de luz para os moradores. Pedimos urgência, nossa situação está crítica", disse um morador que preferiu permanecer anônimo.

O desespero e a vontade de serem ouvidos é tanta que alguns dos moradores do local já tentaram cortar a árvore sozinhos. 

"Já tentamos nos reunir para cortar, mas ela é muito alta. De escada não dá, tem que ser aquele carro mesmo com aquela caçamba, com materiais adequados", disse o morador.

Ele conta que, uma vez, pediram ajuda para a Prefeitura, mas não obtiveram respostas do caso. Isso já faz mais de um ano.

" Toda vez que venta traz um perigo para o pessoal, além do risco de destruição da casa de uma senhora. Às vezes, fazemos até eventos no campo de futebol da rua e fica cheio de criança, mas temos medo do risco da árvore cair e machucar alguém", contou o morador. 

Em nota, a Prefeitura Municipal de São Gonçalo informou que "em função da árvore estar em contato com a rede elétrica, a Enel precisa retirar os galhos em contato com a fiação para que a Prefeitura possa podar o restante, em conformidade com o protocolo seguido pela Secretaria de Meio Ambiente e Subsecretaria de Parques e Jardins."

A Enel Distribuição Rio disse que "enviará uma equipe técnica ao local para verificar o caso mencionado."

*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Matérias Relacionadas