Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Municipal Carlos Tortelly começa a funcionar nas próximas semanas

Com esta unidade, serão realizados, por mês, cerca de 1.200 tomografias, 3.300 raios-x, além de 640 ecocardiografias e 500 ultrassonografias, entre outros exames

Enviado Direto da Redação

As obras do Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) do Hospital Municipal Carlos Tortelly entram na reta final e, nas próximas semanas, o atendimento será iniciado para a população. Serão oferecidos exames de radiologia digital, tomografia computadorizada, mamografia, endoscopia, ecocardiografia e ultrassonografia. O espaço terá, ainda, laboratório de análises clínicas, podendo obter diagnósticos, como imunologia, bioquímica, hematologia e microscopia.

Uma das conquistas com abertura do CDI é a implantação do primeiro tomógrafo municipal. O equipamento, que realiza exames de alta complexidade, está disponível nas unidades estaduais e federais. Além do CDI, o hospital também vai ganhar novos leitos de UTI, enfermarias e reformas em outros ambientes. 

Esse é um investimento de mais de R$ 25 milhões em equipamentos, na infraestrutura e na equipe. Com este Centro, serão realizados, por mês, cerca de 1.200 tomografias, 3.300 raios X, além de 640 ecocardiografias e 500 ultrassonografias, entre outros exames. O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, enfatiza que este é um importante investimento para a saúde municipal.

“Essa medida melhora a qualidade de atendimento da população e dos profissionais de saúde. A tomografia é um exame fundamental que vai agilizar o diagnóstico e acompanhamento de algumas doenças. A unidade não vai atender apenas pacientes do hospital, mas sim toda a rede municipal de saúde, inclusive no atendimento ambulatorial, através de encaminhamento do Médico de Família, Unidades Básicas e das Policlínicas Regionais”, explica o secretário.

Rodrigo Oliveira destaca que também está sendo construído um novo Centro de Terapia Intensiva (CTI), que vai disponibilizar mais 11 leitos, totalizando 20 leitos. A unidade conta também com um CTI exclusivo para pacientes com o novo coronavírus.

Atualmente, o Carlos Tortelly realiza cerca de 5 mil atendimentos mês na emergência. O Hospital também é referência no atendimento de pessoas com HIV e AIDS, com cerca de mil pacientes cadastrados.

Veja também