Família busca cachorro que foi levado em assalto na BR-101

Família promete recompensa em dinheiro

Enviado Direto da Redação

Por Ana Carolina Moraes*


Desespero. Essa é a palavra usada pela funcionária pública Sylvia Leite, de 34 anos, para descrever o estado de sua família no momento. Isso porque na noite da última quinta-feira (15), seu irmão, o engenheiro Júlio Leite, de 40 anos, estava passando pela BR-101, na pista sentido Rio, na altura do Barreto, retornando de uma viagem a Rio das Ostras, quando foi rendido por quatro homens armados. Os criminosos levaram o carro Jeep Compass, na cor verde musgo, de Júlio e, o mais importante, o seu cachorro Botero, de 5 anos. Os donos do animal pedem ajuda para conseguir recuperar o cachorro, que fazia a alegria da família. Eles prometem uma recompensa em dinheiro para quem encontrar Botero.


"No momento do assalto, meu irmão se preocupou com a nossa mãe de 62 anos que também estava no carro com ele. Com isso, o Botero acabou sendo levado pelos bandidos no veículo. Não nos importamos com o carro e nem com o celular e o computador dele que foram levados, queremos nosso cachorro de volta e acreditamos que ele está pela região de São Gonçalo, já que a última localização do celular roubado do meu irmão mostra que ele estava na região próxima ao Porto da Pedra", disse Sylvia sobre o caso. 


Botero é a alegria da família
Botero é a alegria da família | Foto: Arquivo pessoal


Botero tem 5 anos e é a alegria da família de Sylvia. No momento, o bichinho precisa de remédios e de cuidados, pois está com uma alergia na orelha e faz tratamento para problemas respiratórios. 


"O cachorro tinha uma coleira no pescoço, os bandidos podem ter tirado, mas a coleira era na cor preta, com um pingente verde em formato de osso (como na primeira foto) e tinha o nome do Botero. Além disso, na coleira, havia o telefone do meu irmão, no entanto, esse telefone foi roubado no assalto, por isso, é melhor que liguem para mim pelo telefone (21) 99881-2044. Até o momento não tivemos nenhuma informação", disse Sylvia que mora com a família na Tijuca. 


Botero precisa de ajuda, pois tem alergias e problemas respiratórios
Botero precisa de ajuda, pois tem alergias e problemas respiratórios | Foto: Arquivo pessoal


Além do animal, foram levadas malas de viagem, celulares, notebooks, Ipads, caixa de som, cartões de crédito e etc.


Para quem tiver qualquer informação, reforçando, é importante ligar para Sylvia pelo número (21) 99881-2044.  O caso foi registrado na 76ª DP (Niterói). 


*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Veja também