Uber vai passar a incluir a modalidade táxi no aplicativo

Primeira cidade a receber o novo método será São Paulo

Enviado Direto da Redação
Ainda não há previsão de quando chegará a modalidade em outras cidades

Ainda não há previsão de quando chegará a modalidade em outras cidades

Foto: Divulgação


Chegando no Brasil e em outros países como a inimiga dos táxis, a Uber sempre causou furor em grande parte da comunidade, tendo até relatos de motoristas do aplicativo sendo agredidos por taxistas ou protestos pedindo o fim do aplicativo no país. Porém, a Uber decidiu unir forças com seus rivais e, a partir deste mês, a modalidade táxi também será oferecida pelo aplicativo. 



A primeira cidade escolhida para a estreia da nova atualização foi São Paulo. A escolha é estratégica, já que na cidade os táxis possuem permissão para trafegar pelas faixas exclusivas de ônibus, o que seria uma vantagem nos horários de pico ou em áreas que estão sempre com o trânsito congestionado. 



Segundo Claudia Woods, diretora geral da Uber no Brasil, foi um pedido recorrente de usuários corporativos, "que gostariam de poder usar esse serviço contando com ferramentas como o compartilhamento de viagens em tempo real e outros recursos de segurança do aplicativo".



Como vai funcionar?



O valor cobrado será calculado pelo taxímetro e o taxista terá que inserir o preço final no app, seguindo as tarifas estabelecidas pela prefeitura. Por enquanto não serão aceitos pagamentos em dinheiro, apenas por meios digitais.  O cadastro para motoristas é feito no app da Uber para parceiros e começa na semana que vem e eles precisam ser credenciados junto ao órgão municipal competente.



O Uber Táxi já funciona em diferentes cidades ao redor do mundo, como Madrid, na Espanha, e Sydney, na Austrália. A modalidade chegou recentemente à América Latina, começando por Santiago, no Chile, em junho. Ainda não há previsão para que o serviço chegue a outras cidades do Brasil. 

Veja também