Tartaruga-gigante é encontrada com ferimentos em praia de Maricá

A tartaruga é a maior de toda a espécie

Enviado Direto da Redação
A tartaruga-de-couro é a maior de todas as tartarugas

A tartaruga-de-couro é a maior de todas as tartarugas

Foto: Divulgação

Uma tartaruga da espécie Dermochelys coriacea, conhecida popularmente como Tartaruga-de-couro ou Tartaruga-gigante, foi encontrada na manhã desta sexta-feira (10), com ferimentos, na Praia de Itaipuaçu, em Maricá. 


O resgate do animal foi realizado por profissionais do serviços de Obras de Maricá. O local para onde o animal será levado ainda não foi divulgado. 


A Espécie 


A tartaruga vive usualmente na zona oceânica durante a maior parte da vida. A única área regular de desova conhecida no Brasil situa-se no litoral norte do Espírito Santo.


A tartaruga-de-couro é a maior de todas as tartarugas, com tamanho médio em torno de 2 m de comprimento por 1,5 m de largura e 500 kg de massa, embora já tenha sido encontrado um exemplar considerado o maior já registrado, com 900 kg e 3 m de comprimento . Tem uma carapaça negra, constituída de tecido macio. A carapaça não se liga ao plastrão em ângulo, como nas outras tartarugas, mas sim em uma curva suave, dando ao animal uma aparência semi-cilíndrica. Vive sempre em alto-mar, aproximando-se do litoral apenas para desova e se alimenta preferencialmente de águas-vivas e ascídias.


Suas principais características são: crânio muito forte; presença de palato secundário; cabeça parcialmente ou não retrátil; extremidades em forma de nadadeiras não retráteis cobertas por numerosas placas pequenas (com dedos alongados e firmemente presos por tecido conjuntivo); as garras são reduzidas, etc. No mar, tais animais chegam a atingir até 35 km/h.

Veja também