Movimento organiza ato em memória de João Pedro na frente da Prefeitura de SG

O ato também ocorrerá de forma online

Escrito por Redação 27/05/2020 09:37, atualizado em 27/05/2020 10:30
Ato ocorrerá na escadaria da Prefeitura de SG
Ato ocorrerá na escadaria da Prefeitura de SG . Foto: Divulgação

Por Ana Carolina Moraes*


O Movimento Liberdade organiza na manhã desta quarta-feira (27), na escadaria da Prefeitura Municipal de São Gonçalo, um ato em homenagem a morte do jovem João Pedro Mattos, que tinha 14 anos, e morreu após uma operação policial na Ilha de Itaoca, no Complexo do Salgueiro. A manifestação ocorrerá entre às 12h e às 17h e será silenciosa e pacífica, com poucas pessoas, por causa do coronavírus. O ato é apoiado por diversos movimentos sociais da região, como o Movimento de Mulheres em São Gonçalo.


"O nosso ato é pelos sete dias da morte do João Pedro, que foram concluídos ontem (26). É para que o município não esqueça e a família de João Pedro se sinta acolhida por nós. É para que o caso não seja esquecido e os órgãos públicos se lembrem de dar uma resposta para a situação", contou Joyce Gravano, que participa do Movimento Mulheres Negras em São Gonçalo e do Movimento Liberdade.


Além do ato presencial, o movimento também conta com uma ação na internet que vai ocorrer durante todo o dia de hoje. A ideia da manifestação online é fazer com que as pessoas assinem um formulário chamado "Cartas para JP" e deixem lá as mensagens que serão encaminhadas para a família de João Pedro. Ainda ao longo do dia, serão postados vídeos de intervenções nas páginas das redes sociais do Movimento Liberdade com a hastag #JustiçaPorJoãoPedro.


Para acessar o formúlario, clique no link a seguir: https://docs.google.com/forms/d/1IkiWi7IfzgFPW_1izupvAQCJtpw9T_kCGLCAZon6XJ8/viewform?vc=0&c=0&w=1&edit_requested=true


Recordando - O menino João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos, foi baleado durante uma operação conjunta da Polícia Federal e da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core),no Complexo do Salgueiro, no dia 18. A ação buscava uma liderança do tráfico de drogas na região. O jovem foi baleado em casa, enquanto brincava com primos, e foi levado, sem a autorização dos pais, por um helicóptero da própria polícia. No entanto, João Pedro acabou não resistindo aos ferimentos e foi encontrado pela família, no dia 19, no Instituto Médico Legal (IML) de São Gonçalo, já sem vida. 


*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Ato ocorrerá na escadaria da Prefeitura de SG
Ato ocorrerá na escadaria da Prefeitura de SG . Foto por Divulgação
Movimento Liberdade se organiza para ato pacífico e silencioso
Movimento Liberdade se organiza para ato pacífico e silencioso . Foto por Arquivo Pessoal

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas