Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,0860 Euro up 5,2380
Search

Associação ACANIT doa 300 cestas básicas para ajudar ambulantes na pandemia

O projeto ainda precisa de ajuda para continuar as doações

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de maio de 2020 - 09:15
A associação está auxiliando ambulantes na região
A associação está auxiliando ambulantes na região -

Por Ana Carolina Moraes*

Nessa época de pandemia, o isolamento social é uma das medidas necessárias para evitar a proliferação do coronavírus. No entanto, com as pessoas dentro de casa, o número de trabalhadores nas ruas está quase nulo e, por isso, muitos ambulantes não tem conseguido trabalhar e sentem dificuldade em pagar suas contas no final do mês. Pensando nisso, a Associação Assistencial dos Comerciantes ambulantes do Município de Niterói (ACANIT), em conjunto com o projeto de extensão UFF nas Ruas, da Universidade Federal Fluminense (UFF), iniciou a distribuição de cerca de 300 cestas básicas para os ambulantes de Niterói e São Gonçalo para ajudar em seus sustentos durante a pandemia.

O grupo conseguiu arrecadar doações em dinheiro, em produtos de higiene e/ou em alimentos não perecíveis graças a ajuda  do Grupo CBO, que doou cerca de 300 cestas básicas e 300 kits de higiene para a ACANIT.

"A importância do projeto é enorme, porque sem trabalhar os ambulantes já estavam no estado de passar fome mesmo. O ambulante tem o costume de trabalhar para sustentar os filhos. Se eles não recebessem essas cestas básicas, eles iriam passar fome, pois eles não estão trabalhando, então foi uma questão de vida. Muitos, inclusive, já estavam afirmando para a gente que estavam sem nada em casa", afirmou Fernando Carvalho, de 27 anos, atual presidente da ACANIT.

O jovem Diogo Paiva, de 21 anos, aluno de direito da UFF e participante do projeto UFF nas Ruas, explica um pouco sobre as doações.

"A doação é feita para os ambulantes da região, não somente aos associados à ACANIT. Com isso, são abrangidas categorias desde licenciados diurnos de barraca, noturnos,  pipoqueiros, vendedores de água de coco e demais ambulantes não licenciados", contou o jovem universitário.

A ACANIT, no momento, está doando as 300 cestas básicas doadas pelo Grupo CBO. No entanto, o projeto ainda precisa de doações, pois a ideia é ajudar mais 200 famílias que também precisam de ajuda do grupo.

A distribuição das cestas da ACANIT está ocorrendo na sede da empresa que se localiza em Niterói. No entanto, os interessados em participar do projeto ou em receber doações devem entrar em contato com os números (21) 986821608 (Duda Drumond) ou (21) 99812-6795 (Fernando Carvalho) para agendar um horário para receber as cestas básicas. Todos que estão recebendo a doação estão encontrando com a ACANIT em horários pré-determinados por eles, para evitar a aglomeração e seguir as normas de recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) em meio à pandemia.

Para quem quiser doar ao grupo e ajudar as outras famílias que necessitam, basta acessar também a vaquinha online do grupo pelo link:https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajudem-os-ambulantes-de-niteroi.

Para conhecer mais sobre a ACANIT e do projeto em questão, basta acessar as redes sociais da associação: https://www.facebook.com/Ambulantesdeniteroi

Acesse a outra matéria do jornal O SÃO GONÇALO sobre a ACANIT e o projeto das doações através do link: https://www.osaogoncalo.com.br/servicos/80241/iniciativa-arrecada-doacoes-para-compra-de-cestas-basicas-para-camelos-de-niteroi

*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Matérias Relacionadas