Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0950 Euro down 5,2376
Search

Vítima mais jovem no Rio a morrer por covid-19 foi tratada com cloroquina

Mãe da jovem também perdeu o pai no dia 2 de abril

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 17 de abril de 2020 - 14:48
Kamilly Ribeiro tinha 17 anos
Kamilly Ribeiro tinha 17 anos -

A adolescente Kamilly Ribeiro, de 17 anos, vítima mais jovem do Rio de Janeiro do novo coronavírus, recebeu cloroquina durante o tratamento no CTI do Hospital Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde do Município.

"Kamilly Ribeiro foi a óbito por consequências do covid-19, recebeu o medicamento Cloroquina durante seu período de tratamento no CTI do HMMRC, conforme preconiza o protocolo do Ministério da Saúde para o uso do mesmo, de acordo com o boletim médico", diz a pasta.

Sem doenças pré-existentes, a adolescente ficou internada por 20 dias na unidade de saúde, de acordo com a assessoria do hospital.

Além de perder a filha, Germaine Ribeiro também perdeu o pai, Edmar Santos Ribeiro, de 71 anos, devido a um acidente vascular cerebral (AVC), no dia 2 de abril.

A cidade de Duque de Caxias apresenta um dos números mais preocupantes do estado. A cidade, que tem 920 mil habitantes, possui 94 casos confirmados de covid-19 e 20 mortes até a tarde de ontem (16). Uma proporção de quase uma morte a cada cinco casos. Na cidade, até o prefeito foi contaminado pelo vírus.

Matérias Relacionadas