Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,0932 Euro up 5,2634
Search

Auxílio Emergencial: Problema com CPF gera filas na Receita Federal, em São Gonçalo

Veja as orientações da Receita Federal

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 08 de abril de 2020 - 15:50
Receita Federal, no centro de São Gonçalo amanheceu com grandes filas
Receita Federal, no centro de São Gonçalo amanheceu com grandes filas -

Alguns cidadãos alegam estar enfrentando problemas no registro do CPF para realizar o cadastro do Auxílio Emergencial do Governo. Nesta quarta (8), a unidade da Receita Federal, no Centro de São Gonçalo, contou com uma grande fila de pessoas com o mesmo problema ao acessar o aplicativo.

Viviane Gomes, de 39 anos, é moradora do Jardim Catarina e precisou sair de casa para tentar ir em busca de uma solução, já que ao tentar fazer o cadastro pelo aplicativo do Auxílio Emergencial, seu CPF consta como irregular. Ela relatou que saiu cedo de casa, foi até uma agência da Caixa Econômica e chegando lá foi informada que era preciso se dirigir até a Receita Federal.

“Eu cheguei aqui na fila 9h, abriu umas 10h e quando deu 12h os funcionários avisaram que o sistema havia parado. Já avisaram que só vão atender até 13h”, contou ela. Sua peregrinação para conseguir resolver o problema, o mais rápido possível, precisou ser adiada por mais um dia. Viviane disse que vai voltar amanhã (09) bem cedo até a unidade mas que queria que eles fornecessem pelo menos uma senha, para garantir o atendimento de quem já foi hoje até o local.

“Muita gente falando que vai chegar às 4h para garantir vaga e resolver o problema”, relatou a gonçalense. Ela disse ainda que foi informada que o funcionamento da Receita Federal será de 9h às 13h.

A Receita Federal orientou que o CPF pode estar constando irregular pois pode haver pendências na declaração do imposto de renda ou com a Justiça Eleitoral, ao se ausentar de votar ou ter multas pendentes.

Caso a pessoas esteja pendente por se ausentar nas votações, poderá ser emitido um guia de multa no site do TSE (http://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-de-eleitor/quitacao-de-multas).

Se a pessoa estiver com problemas de regularização de CPF, como por exemplo ter dados do nome, endereço, telefone ou estado civil desatualizados, a Receita Federal orienta o seguinte: ir até uma agência dos Correios, Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, com os documentos pessoais ( (documento de identificação oficial com foto, título de eleitor, certidão de casamento e documento que comprove o CPF do solicitante) e pagar uma taxa de R$ 7.

É possível atualizar o cadastro sem sair de casa, preenchendo o formulário Eletrônico disponível no site da Receita. (https://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/CPF/alterar/default.asp).

Confira os tipos de situação cadastral do CPF que podem ser encontradas ao realizar o cadastro do Auxílio Emergencial:

Regular: não há nenhuma pendência no cadastro do contribuinte.

Pendente de regularização: o contribuinte deixou de entregar alguma Declaração do Imposto Renda da Pessoa Física dos últimos cinco anos.

Suspensa: o cadastro do contribuinte está incorreto ou incompleto.

Cancelada: o CPF foi cancelado por multiplicidade, em virtude de decisão administrativa ou judicial.

Titular falecido: quando for incluído o ano de óbito

Nula: foi constatada fraude na inscrição e o CPF foi anulado.

Matérias Relacionadas