Dólar down 5,0766 Euro up 5,2530
Search

Moradoras de São Gonçalo criam grupo para ajudar famílias chefiadas por mulheres durante pandemia

Cerca de 100 famílias são atendidas pelo projeto atualmente

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 01 de abril de 2020 - 15:15
O Comitê é formado por 35 integrantes, em sua maioria mulheres
O Comitê é formado por 35 integrantes, em sua maioria mulheres -

Por Daniel Magalhães*



Em tempos de coronavírus e isolamento social, a população tem encontrado muitas maneiras de ajudar ao próximo, mesmo a distância, seguindo as recomendações médicas para evitar a propagação da Covid-19. Embora o vírus afaste as pessoas fisicamente, todos estão unidos em um objetivo comum de diminuir a apreensão dos mais necessitados na cidade.



Tendo em mente as famílias carentes que podem ter dificuldades de manter o sustento com as ruas vazias e comércios fechados durante a quarentena, um grupo de 35 pessoas, em sua maioria mulheres, uniu forças e formou o Comitê Popular de Crise para atender cerca de 100 famílias chefiadas por mulheres, que moram em áreas de vulnerabilidade do município.


"O objetivo é, através de uma rede de solidariedade contribuir para a segurança alimentar das famílias monoparentais femininas, ou seja, chefiadas por mulheres, que residem nas regiões mais vulneráveis economicamente de São Gonçalo", diz a assistente social, Cristiane Lourenço.


O grupo de São Gonçalo é formado por pedagogas, assistentes sociais, professoras, agentes de saúde e outras pessoas de diferentes formações que "busca fazer sua parte diante da situação atual vivida pelo planeta".


O coletivo arrecada alimentos, como feijão, arroz, macarrão e outros itens da cesta básica, além de produtos de higiene e limpeza, como pasta de dente, sabão em pó e sabonete. 


O grupo conta com um banco de alimentos e realiza triagens com assistentes sociais para analisar os critérios de elegibilidade de cada família interessada em receber as doações. 


Os interessados em doar podem entrar em contato com o Comitê Popular de Crise - SG por meio de sua página no Facebook ou através dos números (21) 9 9223 8103 e (21) 9 8769 5148.

O grupo também tem quatro pontos de coleta espalhados pela cidade, sendo eles em Alcântara, Galo Branco, Neves e Venda da Cruz. 


Em Alcântara, o ponto de coleta fica Espaço de Aprendizagem Joyce Gravano, na Rua Gustavo Mayer 280 – Vila Três – Em frente à praça do Vila Três. No bairro Galo Branco, os interessados podem doar presencialmente no salão de festas do condomínio Nova Maricá Life. Em Neves, o ponto de coleta fica no Espaço Cultural Catiane Magalhães, na Travessa Alberto Torres, nº 445, próximo a quadra do Colégio São Tarcísio. Em Venda da Cruz, as doações podem ser feitas no Residencial Venda da Cruz - Projeto filhos de Dandara (Márcia), na Rua Dr. Porciúncula n 395 setor 3 – bloco 12 – Venda da Cruz.



*Estagiário sob supervisão de Thiago Soares

Matérias Relacionadas