Aulas na rede estadual de ensino serão ministradas a distância e por aplicativo

Aulas presenciais estão suspensas desde o último dia 16

Enviado Direto da Redação
Aulas presenciais estão suspensas desde o último dia 16

Aulas presenciais estão suspensas desde o último dia 16

Foto: Divulgação

Com previsão de aulas suspensas por no mínimo três meses, a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) disponibilizará, a partir da próxima segunda-feira, 30, aulas online para alunos da rede pública. O retorno às aulas, que estava previsto para a próxima semana, foi prorrogado em respeito ao protocolo do gabinete de crise de prevenção ao coronavírus. A plataforma usada para as aulas será o Google Classroom, que firmou convênio com a Seeduc. De acordo com a Secretaria, os professores ministrarão as atividades respeitando o quadro de aulas em seus respectivos horários de trabalho. As Gratificações por Lotação Temporária (GLPs) serão mantidas. Os estudantes que não tiverem acesso à internet receberão o material impresso em casa e poderão fazer aulas de reforço. Segundo o secretário de Educação, Pedro Fernandes, a medida pretende manter os 200 dias letivos, mesmo com a Lei de Diretrizes e Base da Educação permitindo que estados terminem o ano com menos carga horária devido a pandemia da Covid-19. Sem aulas desde o último dia 16, a Secretaria Municipal de Educação (SME) lançou o aplicativo SME CARIOCA 2020 para os alunos da rede municipal estudarem em casa. O aplicativo está disponível para computadores e celulares e já foi acessado por mais de 300 mil usuários. Escolas privadas que querem aderir ao ensino à distância, mas não possuem plataforma própria contarão com a viabilização do serviço junto ao Google, com quem firmou convênio. Caso haja necessidade, a Seeduc também fornecerá conteúdo didático para as escolas particulares.

Veja também