São Gonçalo discute formas de enfrentar possíveis casos de coronavírus na cidade

Secretaria de Saúde fez reunião sobre coronavírus e arboviroses na cidade

Enviado Direto da Redação

Por Tatiane Gomes*

A Secretaria Municipal de São Gonçalo realizou, nesta terça-feira (3), uma reunião para tratar da possível chegada do novo Coronavírus, chamado de COVID-2019, no município. A Coordenação de Vigilância Epidemológica, comandada pela enfermeira Gláucia de Oliveira Pinheiro, convocou vários profissionais da área da saúde, de diretores de hospitais a técnicos de enfermagem, tanto das esferas pública como privadas, para discutir estratégias para lidar com possíveis casos da doença na cidade.

A reunião foi realizada em um dia de informações preocupantes sobre casos suspeitos da doença na região. O número aumentou, no eixo São Gonçalo-Niterói, de acordo com o Boletim da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES) emitido nessa terça-feira (3). Ao todo, são monitorados 62 pacientes em todo o estado. São Gonçalo registrou a primeira suspeita da doença - uma mulher de 69  anos, moradora do Boassu. Ela esteve em viagem recente na Itália e segundo a Secretaria de Saúde de São Gonçalo, está em isolamento domiciliar desde semana passada. De noite, surgiu mais um caso suspeito foi na cidade, segundo a SES.  Em Niterói,  segundo a SES, são oito casos suspeitos.


Reunião em SG -  A primeira questão pontuada no encontro em São Gonçalo foram as arbovíroses já comuns no município: dengue, chikungunya, zika e mais recentemente o sarampo. A coordenadora Gláucia de Oliveira ressaltou a importância de não permitir que a nova doença faça a população esquecer de se prevenir das outras viroses já confirmadas na cidade.

Isto posto, todas as informações disponíveis sobre o Coronavírus no município foram esclarecidas, incluindo o anunciou de que 2 ambulâncias do serviço público estarão destinadas exclusivamente para tratar de possíveis casos da doença na cidade. Um debate também foi realizado para discutir quais medidas e formas de diagnósticos seriam utilizados para tratar das ocorrências.

A Secretaria de Saúde de São Gonçalo disponibilizou também o chamado 'Corona Fone', um número de WhatsApp para que a população consiga informações sobre a doença de forma segura e rápida. O número criado foi: (21) 96597-5309. Somente serão aceitas mensagens de textos.

* Estagiária sob supervisão de Sérgio Soares

Veja também