Prefeitura de Itaboraí oferece vagas para Educação de Jovens e Adultos (EJA)

A EJA é destinada aos jovens, adultos e idosos

Enviado Direto da Redação
A EJA é destinada aos jovens, adultos e idosos que precisam dar continuidade aos estudos ou que não tiveram acesso na idade regular

A EJA é destinada aos jovens, adultos e idosos que precisam dar continuidade aos estudos ou que não tiveram acesso na idade regular

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Itaboraí, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Turismo (Sectur) está com inscrições abertas para a modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), em todas as 18 unidades escolares municipais de ensino que possui este segmento.


 Atualmente a rede municipal de ensino conta com 2,5 mil alunos matriculados na EJA, divididos em 18 escolas, sendo 16 com aulas a noite e 2 no diurno.


A EJA é destinada aos jovens, adultos e idosos que precisam dar continuidade aos estudos ou que não tiveram acesso na idade regular. Vale destacar que a modalidade é para estudantes a partir dos 15 anos de idade. 


De acordo com o secretário municipal de Educação, Cultura e Turismo (Sectur), Osório de Souza, a EJA permite que o aluno retome seus estudos e os conclua em um período menor de tempo. "Conhecimento é algo que ninguém nos tira. Então temos que lutar pelo o que almejamos, não importa a idade que temos. Com a EJA, os alunos tem a possibilidade de se qualificar e conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho", frisou o secretário.


Segundo a assessora pedagógica da EJA, Adriana Barbosa, a Educação de Jovens e Adultos é uma modalidade de ensino que visa restaurar o direito à Educação Básica, através da valorização dos saberes adquiridos pelos sujeitos jovens e adultos ao longo das suas vidas. "A sua função é assegurar oportunidades educacionais apropriadas, garantindo assim a permanência e o sucesso escolar do seu público alvo, que é composto pela classe trabalhadora", comentou Adriana. 


A inscrição pode ser realizada de segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, na escola que o aluno quer estudar. Os documentos originais e cópias são: certidão de nascimento; comprovante de residência atualizado; cartão de vacinação; cartão Bolsa Família, caso tenha; cartão do SUS; tipo sanguíneo e fator RH; RG e CPF do responsável e aluno; duas fotos 3x4 e protocolo de transferência. Caso o aluno não tenha o comprovante de escolaridade, a escola fará a regularização da vida escolar do aluno. Vale ressaltar que menor de idade deve ir acompanhado do responsável.

Abaixo, as escolas com Educação de Jovens e Adultos (EJA)



E.M. Alfredo Torres, em Muriqui


E.M. Antônio Alves Vianna, em Apolo III


E.M. Antônio Carlos da Silva, em Morada do Sol


E.M. Antônio Joaquim, no centro de Manilha


E.Mz. Casa da Criança, em Vale do Marambaia


E.M. Professora Cecília Augusta dos Santos, em Outeiro das Pedras


E.M. Genésio da Costa Cotrim, em Reta Nova


E.M. Geremias de Mattos Fontes, em Sambaetiba


E.Mz. Padre Hugo Montedônio Rego, em Vale do Sol


E.Mz. João de Magalhães, em Visconde


E.M. Promotor Luiz Carlos Caffaro, em Ampliação


E.M. Maria Ana Moreira, em Rio Várzea


E.M. Professora Marly Cid de Almeida de Abreu, em Nancilândia


E. M. Odilon Bernardes, em Marambaia


E.M. Roberta Maria Sodré (EJA diurna), em Apolo II


E.Mz. 11 de Junho, em Venda das Pedras


CREMII (EJA diurna para adultos e idosos a partir dos 50 anos), em Ampliação


E.M. Luzia Gomes de Oliveira, em Itambi

Veja também