Moradora denuncia cratera em rua do Cubango, em Niterói

O buraco começou a se abrir em 2010 por causa das chuvas

Enviado Direto da Redação


Por Ana Carolina Moraes*


Um enorme buraco toma conta da Travessa Nossa Senhora de Lourdes, no número 22, no bairro Cubango, em Niterói. A cratera se iniciou como uma consequência das fortes chuvas que assolaram o Morro do Bumba em 2010. Uma moradora do local denuncia que a perigosa abertura vem crescendo há anos e os dirigentes do município não tem feito nada para resolver a situação. 


De acordo com Amanda Morais de Siqueira, de 24 anos, o buraco afeta a vida dos moradores da região, que têm medo de se machucarem e de sofrerem acidentes. 


"Não pode passar carro pesado na rua, porque corre o risco de o buraco desabar mais ainda. Os moradores da região têm que passar pelo canto da rua", afirmou ela, que mora em uma casa de frente para o buraco. 


Amanda, que afirma que não consegue dormir por medo de acidentes, conta que toda vez que chove a situação piora. 


"A chuva só piora a situação. O buraco vai abrindo mais por baixo do asfalto e acaba indo para as casas que tem mais abaixo na rua", contou ela.


Amanda relata que o problema já é de conhecimento da Prefeitura de Niterói há anos, mas, até agora, nada foi feito para resolver o caso.


"O prefeito Rodrigo Neves esteve aqui na época das chuvas do Bumba e viu de perto o começo desse problema. Ele prometeu resolver, mas até agora nada foi feito", relembrou.


Além disso, em 2018, a Prefeitura de Niterói, por meio da Defesa Civil, reconheceu o perigo do buraco no local e registrou o caso em um documento que está em posse dos familiares de Amanda, mas, após isso, nada mais foi feito para resolver a abertura no chão. 


Em nota, a Secretaria Municipal de Defesa Civil informou que "realizou vistorias no local. De acordo com a Empresa Municipal de Moradia Urbanização e Saneamento (Emusa), um projeto de contenção para esta área encontra-se em processo de licitação".


Estagiária sob supervisão de Cyntia Fonseca*

Veja também