Itaboraí amplia número de unidades que realizam Teste do Pezinho

A estimativa é que no mês de abril Itaboraí tenha oito locais de atendimento realizando o exame em bebês

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação


A Secretaria de Saúde de Itaboraí realizou, na tarde desta terça-feira (11), em seu auditório, um treinamento sobre o Teste do Pezinho, voltado para enfermeiras da maternidade do Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior e exclusivamente para a equipe de enfermagem de sete unidades de saúde: Visconde, Jardim Planalto, Santo Expedito, Reta Velha, Pacheco, Porto das Caixas e Cabuçu.



A iniciativa foi do Programa de Atenção Integral à Saúde da Criança e do Adolescente – PAISCA, o treinamento ficou a cargo da enfermeira e coordenadora Bianca Pereira e a estratégia é descentralizar o Teste do Pezinho e ampliar o serviço para demais unidades de saúde, além dos dois pontos fixos que o município oferece hoje. A estimativa é que no mês de abril Itaboraí tenha oito locais de atendimento realizando o exame em bebês.



“O Teste do Pezinho é um exame muito delicado e que não pode conter erro e muito bem estruturado. Por isso vamos começar com sete unidades, treinar as equipes com aulas teóricas e também práticas, corrigir qualquer falha e depois ir abrangendo para demais unidades”, explicou a coordenadora.



O treinamento contou com orientações sobre a importância do exame, o que ele detecta, quando deve ser realizado, como fazer sua coleta e demais assuntos que envolvem o tema.



Nos últimos quatro meses, Itaboraí registrou 622 exames do Pezinho. Ele pode ser realizado na maternidade do Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior, em Nancilândia e na Unidade Básica de Saúde Prefeito Milton Rodrigues da Rocha, no Centro. Neste último os exames são realizados de segunda a quinta-feira, das 8h às 14h. A partir do mês de abril, às unidades básicas de Visconde, Jardim Planalto, Santo Expedito, Reta Velha, Pacheco, Porto das Caixas e Cabuçu também estarão oferecendo o serviço.



Para realizar o Teste do Pezinho são necessários os seguintes documentos: comprovante de residência, Certidão de Nascimento da criança ou a Declaração de Nascido Vivo da maternidade, Cartão SUS da criança ou da mãe, RG e CPF da mãe.



Conheça o Teste do Pezinho:



O teste deve ser realizado até o 5º dia de vida do bebê e pode detectar doenças raras, evitando que causem danos irreversíveis ao desenvolvimento da criança antes que os sintomas apareçam. O processo é rápido e simples. Começa com uma gota de sangue do calcanhar do bebê. A amostra depois de seca é enviada a um laboratório onde são feitos testes e os resultados analisados. A amostra de sangue pode ser testada para 6 doenças. Se a triagem mostrar sinais de uma doença rara os pais são comunicados imediatamente.



É extremamente importante detectar uma possível doença nos primeiros dias de vida para que os médicos possam decidir a melhor medida a ser tomada precocemente, evitando que o bebê seja gravemente afetado, dando a ele a chance de ter uma vida normal e saudável.

Veja também