Maricá cresce na onda de royalties e ganha condomínio de luxo

Solaris Residencial Clube é um condomínio de alto padrão

Enviado Direto da Redação
Solaris Residencial Clube é um condomínio de alto padrão

Solaris Residencial Clube é um condomínio de alto padrão

Foto: Divulgação

Uma das cidades com mais de 100 mil habitantes que mais cresceram no Brasil em 2019, Maricá continua dando mostras de sua força econômica - muito baseada na elevada participação do município nos royalties do petróleo. Uma das provas dessa pujança são os empreendimentos imobiliários que não param de chegar ao município. Um desses exemplos é o Solaris Residencial Clube, condomínio de alto padrão que recebe interessados no sábado que vem, em Itaipuaçu, com um grande evento. 


"Além de comidinhas e brincadeiras, teremos condições superespeciais de pagamento para quem for conhecer o condomínio no dia 15", conta Patrícia Perini, diretora comercial do empreendimento. "Parcelamento do valor da entrada em até três vezes e financiamento em até 240 meses, além de aceitar carro e moto como parte do pagamento são algumas das novidades".


Favorecida por recursos vindos da exploração de petróleo na camada pré-sal, na Bacia de Santos, Maricá é, hoje, o município brasileiro que mais arrecada dividendos com este tipo de atividade. Para este ano, está prevista a injeção de R$ 2 bilhões apenas com royalties do petróleo. Isso vem permitindo ao município viver uma era de prosperidade, com melhoria significativa na oferta de serviços públicos, como saúde, educação e transporte. "É claro que isso é um fator decisivo no momento em que escolhemos um lugar para viver com nossa família. E Maricá vem reunido muitos requisitos para isso", explica Patrícia Perini.

Veja também