'Noitada' termina em briga e destruição de casa de show em Itaboraí

A PM informou que não foi chamada para o local

Enviado Direto da Redação

Um cenário de guerra e terror dominou a casa de show Ita Music na madrugada deste domingo (12). Pessoas se atacavam e arremessavam copos e cadeiras para machucar uns aos outros. Ainda não se sabe o motivo da confusão. 


De acordo com informações de testemunhas, a agressão entre os indivíduos que estavam no local começou durante o show do rapper Matuê, a atração principal da noite. Em vídeos que circulam nas redes sociais, é possível ouvir uma voz no microfone que estava tentando acalmar os ânimos das pessoas no local e evitar a situação, mas ao que parece, isso não resolveu muita coisa. É possível ver também pessoas tentando fugir da situação e se escondendo para não serem acertadas pelos objetos arremessados.


A Polícia Militar contou que não recebeu nenhum chamado para ir ao local na última noite. 


Pelas redes sociais, as pessoas se mostram indignadas com a situação. “Fiquei muito triste em ver o vandalismo do povo na casa de show” e “povo sem noção” foram alguns dos comentários mais marcantes de usuários da página da casa de festa no Facebook. 


Em nota, a Ita Music deu informações sobre o caso. Veja na íntegra.

"A Direção da ”Ita Music”, casa de shows em Itaboraí, vem a público esclarecer o lamentável incidente ocorrido no dia  11.01.2020, em suas dependências.

Valeu ressaltar que os eventos são realizados dentro das normas exigidas, mantendo quadro de seguranças, além de outras ações, como o procedimentos de revistas, justamente para assegurar a integridade física dos clientes.

Esclarecemos, ainda, que nosso objetivo principal é oferecer cultura e entretenimento de qualidade, e por isso repudiamos qualquer ato de violência ou vandalismo e é inaceitável ter que se sujeitar à selvageria e ao desrespeito por parte de uma minoria de pessoas que não sabem conviver harmoniosamente em sociedade.

Além de repudiar o acontecido e colaborar para que os culpados sejam identificados,  esperamos também que os mesmos sejam punidos."

Veja também