Personal organizers : saiba como começar bem o novo ano

Profissional falou dos benefícios de uma boa organização

Enviado Direto da Redação

Por Thalita Queiroz*


O sentimento de ter a casa em ordem, com tudo no seu devido lugar é o sonho de muitos, por isso, O SÃO GONÇALO conversou com profissionais que entendem do assunto. Personal organizers da região deram dicas para iniciar o próximo ano da melhor maneira possível.


Segundo Ana Lúcia, que trabalha na ADNL Equipe Personal Organizers e organizo.casa, primeiramente, é necessário se conscientizar que, para ter uma vida mais saudável, é necessário eliminar as toxinas da casa, que são os itens que não fazem sentido permanecerem em nossas casas e, por consequência, em nossas vidas.


“Há excessos de coisas e acúmulos desnecessários que permanecem sem destino simplesmente ligados ao nosso apego. Quem aí tem vários itens que não usa, ou que usou poucas vezes e não consegue mais usar? Isso acontece muito com itens de vestuário. Quando experimentou e comprou na loja, achou perfeito, com aquela sensação de ‘não posso viver sem’, mas no dia-a-dia, cada vez que tenta usar, aquele efeito Cinderela desaparece por completo”, disse Ana, juntamente com Lúcia Bastos e Nelma Pimentel.


Porém, mesmo sem utilizar, é difícil de desapegar, não é mesmo? Segundo a organizer, isso acontece por vários motivos: pode ter sido caro, um presente de uma amiga, por pena se desfazer é tão lindo, entre outras razões. É aí que o agente sabotador entra em ação, dando várias razões convincentes para que permaneça com itens desnecessários.


E, praticamente, em todos os cômodos da casa encontramos as tais coisas. Com isso, você vai procrastinando com a velha e tão conhecida desculpa de ‘um dia poderei precisar’. O fato, para Ana Lúcia, é: “raramente iremos precisar e, dependo do tempo que aquilo ficou parado, pode até estar danificado no dia que você precisar e tempo impedem a circulação de novas energias e a prosperidade”.


“A permanência de alguns itens, se tornam fardos pesados no nosso cotidiano. A melhor maneira é passar um pente fino em cada ambiente. Comece pelo seu guarda-roupa, retire todas as roupas que não você não usar. Substitua o sentimento de apego pelo sentimento de alegria, pensando no resultado de como será gratificante você ficar apenas com itens que você gosta e que realmente vai usar. Tudo que você retirar e tiver em boas condições de uso, doe, conserte e descarte. Outros irão usar e ser muito gratos por sua generosidade”, explicou.


E as crianças também podem ajudar na organização da casa. Segundo a profissional, elas podem começar com os brinquedos. Os pais podem montar caixas organizadoras, sempre buscando o que for prático e funcional. A identificação é muito importante para que a criança não se perca.

Outras atividades que também podem ter a participação dos filhos são: varrer a casa, fazer a cama, lavar e guarda a louça, passar pano no chão, guardar os brinquedos, ligar a máquina de lavar, colocar a roupa suja no cesto, ajuda a colocar e retirar a mesa, tirar o pó de lugares que alcança, lanche que não exija uso do fogão, pendurar roupa no varal a seu alcance, separar roupas escura de claras para lavar, e lista ou/e de mercado, com os responsáveis.


“No início, não será fácil, porém mantenha-se firme com serenidade e paciência.Não esqueça que os acostumamos a ter sempre alguém que faça isso por eles, e assim eles não sabem o trabalho que dá para manter tudo organizado. A identificação com os temas é importante para que eles não percam tempo. Faça elogios ao final de cada tarefa cumprida. O benefício é entender e se colocar no lugar do outro, com senso de valorização do trabalho, familiarização com as tarefas domésticas e coordenação motora. Tudo de acordo com a faixa etária e com o monitoramento do responsável, não esquecendo que cada um tem seu tempo”, emendou Ana Lucia.


A moradora do Barreto e também personal, Jaqueline Silva, da Organizasilva, cita que o planejamento antecede a organização. Por isso, é necessário fazer uma lista dos cômodos que vai organizar ou dar prioridade. Além disso, ela explica a necessidade de reunir a família e envolver todos no processo.


Os benefícios de uma casa organizada são diversos: “os clientes me relatam após o fim do projeto, que com o acervo organizado, a mente também fica organizada. Com tudo organizado, o ambiente fica leve, harmonioso, e isso acalma e tranquiliza. Sem contar que ganha-se tempo, porque as coisas são facilmente encontradas”, disse Jaqueline.



*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas 

Veja também