Hospital de Itaboraí abre seis novas enfermarias

Espaço estava desativado há um ano e passou por reformas

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação


A Secretaria de Saúde da cidade de Itaboraí tem novidades. Serão abertas no Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior seis novas enfermarias.


O espaço, que estava desativado há um ano, passou por reformas e vai abrigar mais 24 leitos além dos 128 que já possui. As obras de melhoria se tornaram possíveis após recebimento de verba do cofinanciamento estadual destinado à ampliação à atenção da saúde.


Na manhã dessa quarta-feira (08), o secretário de Saúde de Itaboraí, Júlio César Ambrósio, visitou as instalações da área do hospital que está em reforma em teve oportunidade de supervisionar de perto toda melhoria que está sendo feita no local.


“Quero agradecer ao secretário de Saúde do estado do Rio de Janeiro, Edmar Santos, pela atenção que vem dando ao nosso trabalho e pelo olhar carinhoso que tem com nossa população. Com este repasse financeiro estamos investindo no único hospital público da cidade para atender cada vez melhor e de forma humanizada, que todos merecem”, afirmou Júlio César Ambrósio.


E as mudanças no Hospital Desembargador Leal Júnior não se resumem somente em reforma a abertura de novos leitos. De acordo com Júlio Ambrósio, a mudança inicial vai possibilitar que o hospital dê um salto no número de cirurgias, ampliando de 1.500 para 3.600 por ano.


A estimativa é de que além das cirurgias que já realiza diariamente, como cesarianas, curetagem, vasectomia, histerectomia, obstetrícia, proctologia, ginecologia, pediatria, vascular, plástica e urologia, o local passe a oferecer procedimentos de grande porte, inclusive cirurgias ortopédicas. Desta forma, acelerando a fila de espera da Central de Regulação da cidade.


Ainda neste primeiro semestre, outro setor do Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior passará por transformações. Está em fase de licitação às obras de ampliação de toda maternidade. A intenção é que a unidade seja uma referência em atendimento à gestante, oferecendo um pré-natal de qualidade um parto mais seguro e um puerpério saudável.


“Digo para a equipe de supervisores e enfermeiros do Hospital Leal Júnior, que eles sejam humanos antes de serem profissionais. Não adianta todo investimento na estrutura se nossos pacientes não estiverem sendo tratados com carinho, atenção e respeito. Temos que ser os melhores em assistência e atendimento todos os dias”, comentou o secretário de Saúde. Júlio ainda afirmou que até o meio deste ano as obras de melhoria irão contemplar ainda outros setores do hospital e aproveita para lembrar que o local possui um quadro de profissionais muito responsáveis e competentes nas atividades que desempenham.


O Hospital Municipal Desembargador Leal Júnior registra até 13 mil pacientes por mês e atende 24h. São quatro médicos prestando atendimentos emergenciais. No local também são realizados atendimentos médicos especializados: urologia, neurologia, cardiologia, infectologia, proctologia, ginecologia obstetrícia e cirurgias pediátricas, plásticas, vascular e torácica. O local também dispõe de um Centro de Tratamento e Terapia Intensiva – CTI, com 10 leitos.

Veja também