Dona de pousada é sequestrada e mantida em cárcere privado em Paraty

Os criminosos exigiram que a família desse dinheiro para libertar a vítima

Enviado Direto da Redação
Testemunhas relataram que quatro homens foram responsáveis pelo sequestro

Testemunhas relataram que quatro homens foram responsáveis pelo sequestro

Foto: Divulgação

Uma empresária de 57 anos, foi sequestrada na manhã desta segunda-feira (2), em Paraty, na Região da Costa Verde. Desde então, a mulher continua em cárcere privado. Ela é conhecida na região por conta das pousadas, hotéis, uma agência de turismo e escunas que possui.


Testemunhas relataram que quatro homens foram responsáveis pelo sequestro, que começou por volta das 10h20. Dois deles foram até a pousada onde ela estava, na Praia do Jabaquara, abordaram os funcionários e a levaram, retirando também os HD’s das câmeras de segurança do local. Ambos estavam armados com pistolas e um deles usava uma máscara de borracha.


Dois dos sequestradores teriam fugido no carro da empresária, um Toyota RAV4 branco. Os outros dois, que deram cobertura a eles, deixaram o local em um Fiat Doblò. 


Por volta das 10h30, o filho da vítima telefonou para a mãe e ela contou que havia sido sequestrada. Para libertar a vítima, os criminosos exigiram que a família desse certa quantia em dinheiro.


Segundo o delegado Marcelo Russo, titular da 167ª DP (Paraty), que investiga o caso, a empresária é muito atuante no turismo da cidade. As investigações sobre o sequestro segue em sigilo para não prejudicar a ação policial. 

Veja também