Alerj celebra 500 anos da primeira volta ao mundo

Seminário de comemoração do marco acontece nesta terça-feira (03), no Palácio Tiradentes

Enviado Direto da Redação

Foto: Divulgação


A água de coco brasileira foi fundamental para o sucesso da primeira expedição marítima que cruzou o planeta. O fato curioso destaca a passagem pelo Brasil da esquadra liderada por Fernão de Magalhães, que transformou para sempre a ciência náutica, a cartografia e a geopolítica mundial. Esse fato histórico será rememorado pelo Fórum de Desenvolvimento do Rio, órgão vinculado à Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), num seminário na próxima terça-feira (03), às 10h, no Plenário do Palácio Tiradentes, para comemorar os 500 anos do feito.



Resultado de uma parceria do Fórum da Alerj com a Associação Luís de Camões, o seminário é gratuito e aberto ao público, e as inscrições podem ser feitas pelo site www.bit.ly/500VoltaMundo.



A celebração contará com um “Pocket Show” do ator Tony Correia baseado na peça “Navegar é Preciso”, que destaca a perseverança e a sagacidade dos navegadores de diversas nacionalidades envolvidos no empreendimento. Também participarão da homenagem, o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes, o secretário de Cultura do município do Rio, Adolpho Konder e os consulados de Portugal, Espanha, Uruguai, Peru, Chile e Argentina.



Representante da Associação Luís de Camões, braço do governo português que congrega instituições responsáveis pela difusão da Educação e da Cultura, a embaixadora Teresa Macedo avalia que celebrar a primeira volta ao mundo estimulará a valorização do conhecimento e do intercâmbio entre os povos. “Essa é uma comemoração que destaca o conhecimento. É ele que nos fornece as raízes para pensar o futuro com sustentabilidade. Por isso, sua celebração não pode ficar restrita a eventos oficiais. Deve envolver toda a sociedade. Dessa forma, a parceria com o Fórum é estratégica, devido à capilaridade da instituição junto à sociedade civil”, analisa a embaixadora.



"Navegar é preciso"



O ator português Tony Correia ganhou notoriedade no Brasil quando interpretou o personagem Machadinho, par romântico de Lucélia Santos, em Locomotivas (1977). O artista revela que o texto que interpretará mostra como o intercâmbio cultural ampliou as potencialidades de todos os povos envolvidos. “A viagem de circum-navegação mudou a face da terra e a maneira de pensar do ser humano. Antes dela comprovar a circunferência do planeta, ainda se acreditava que a terra era plana e terminava em abismos povoados por monstros marinhos. A batata, incorporada a pratos típicos portugueses, também é resultado das grandes navegações”, explica Tony Correia.


Serviço:


Comemoração dos 500 anos da Primeira Volta ao Mundo


Data: 03 de dezembro


Horário: 10h às 13h


Endereço: Plenário Barbosa Lima Sobrinho - Palácio Tiradentes (Rua Primeiro de Março, s/n - Centro - Rio)

Veja também