'Onda' de arrombamentos e furtos leva medo aos comerciantes de SG

Ações acontecem na região central da cidade

Enviado Direto da Redação

Daniela Scaffo 


A 'onda' de arrombamentos e furtos  na região central de São Gonçalo, tem levado medo aos comerciantes. Segundo a população, nas últimas semanas, pelo menos quatro estabelecimentos foram invadidos numa das principais vias da cidade: a Rua Doutor Feliciano Sodré.


Uma das principais reclamações dos comerciantes tem sido a falta de segurança pública. Segundo eles, casas abandonadas foram invadidas por usuários de drogas e não há policiamento ostensivo na região.


O comerciante Rogério Barreto, 51, atualmente tem uma loja na Feliciano Sodré, mas teve outras em diferentes vias do Centro de São Gonçalo. Ele conta que trabalha na região há pelo menos 24 anos, e nunca viu a situação caótica desse jeito. 


Há cerca de um mês, Rogério decidiu instalar um sistema de alarme e câmeras. Ao todo, 16 aparelhos foram colocados dentro e ao redor do seu comércio, o Shopping Mix. 


"A gente quase não está dormindo, é o dia inteiro monitorando as câmeras. Há alguns meses, entraram na nossa loja e levaram cerca de 1,5 mil em produtos, além dos prejuízos nos boxes. Na última semana, assaltaram outras quatro aqui ao lado. Isso aqui virou terra de ninguém, estamos abandonados. Todo mundo está apavorado. Em cima do Natal, a gente faz investimento e fica com medo do que possa acontecer", explicou Rogério.


No último dia 28, um bando conseguiu furtar três lojas no Centro de São Gonçalo, sendo uma ótica, uma loja de roupas e uma joalheria. No primeiro estabelecimento, o prejuízo foi de mais de R$100 mil.


Os criminosos teriam entrado na ótica, efetuado o furto, e passaram para os outros estabelecimentos fazendo buracos na parede com uma marreta. A ação durou mais de 6h. Por volta de 4h, o grupo saiu levando seis sacos grandes, cheios de mercadoria. 


"Essa já é a segunda vez que somos furtados, tirando os assaltos a mão armada. A primeira vez foi há mais ou menos dois anos. Ainda não consegui fazer o levantamento de quanto foi roubado, mas foi um prejuízo considerável", explicou o dono da joalheria, que preferiu não se identificar.


Em nota a Prefeitura de São Gonçalo respondeu que a demanda de segurança pública deve ser enviada ao Estado.  E que foi anunciado a chegada nos próximos dias de 50 novos policiais militares para patrulha na cidade. 


Já a assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que o comando do 7ºBPM (São Gonçalo) emprega suas equipes com base nas análises das manchas criminais locais, através de informações colhidas pelo Setor de Inteligência da Unidade. O policiamento na região é realizado com viaturas e motos, sempre com o objetivo de coibir ações de criminosos. Dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) demonstram que tal estratégia vem refletindo na queda dos índices criminais de 11,2% no roubo a transeunte, 21,5% no roubo de veículo e 32,2%  no roubo a estabelecimento comercial janeiro e setembro deste ano, comparado ao mesmo período de 2018.


Ressaltamos como de fundamental importância a colaboração da população com o registro de ocorrências em delegacias para a transmissão de informações que possam conduzir as autoridades aos trâmites investigativos necessários para a prisão dos criminosos. Nossa Central 190 e o Disque Denúncia - tel. (21) 2253-1177 - também seguem à disposição em tempo integral.

Veja também