Corpo de compositor Edilson Andrade será sepultado nessa terça-feira em Niterói

Sambista, que integrou alas de compositores de Sossego e Viradouro teve um AVC fulminante

Enviado Direto da Redação
Edilson Andrade integrou alas de compositores de escolas da região

Edilson Andrade integrou alas de compositores de escolas da região

Foto: Divulgação

Será sepultado nessa terça-feira (29), às 10 horas, no Cemitério do Maruí, no Barreto, em Niterói, o corpo do compositor Edilson Andrade, que faleceu de causas naturais, no último fim de semana, em Niterói. Muito querido no mundo do samba na região, ele integrou as alas de compositores da Viradouro e Sossego, sendo que na última escola, ganhou alguns sambas. 

Edilson trabalhava como comerciante e morava no Largo da Batalha, em Niterói. Compor sambas enredo, segundo amigos, era uma de suas grandes paixões. A notícia de sua morte gerou manifestações nas redes sociais entre personalidades ligadas ás agremiações na região e também na União das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Niterói (Uesbcn). 


Edilson teve um Acidente Vascular Cerebral (AVC) no último fim de semana. "Perdi um parceiro e amigo. Os compositores de Niterói e região estão de luto", afirmou o intérprete José Eduardo Lopes, o 'Edu Cigano', que já integrou carros de som em  escolas da região. Familiares e personalidades do mundo do samba deverão estar presentes ao sepultamento de Edilson nessa terça-feira, no Maruí.  

Veja também