Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down Euro down
Search

Explosão em posto de combustíveis em SG deixa dois feridos

O estado de saúde das vítimas é estável

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 19 de outubro de 2019 - 15:34
Imagem ilustrativa da imagem Explosão em posto de combustíveis em SG deixa dois feridos

Por Jhenifer Lima*

explosão de um cilindro de gás GNV no posto de combustíveis da rede Ipiranga, no Colubandê, em São Gonçalo, deixou dois feridos. Um deles foi socorrido pela equipe do Corpo de Bombeiros e ambos foram levados para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat).

Uma das vítimas é o frentista Alex Sander Silva Costa, que teria sido gravemente ferido na cabeça, no momento da explosão.

A outra vítima, Alex Caldas Leite, é o motorista do carro atingido pelo incidente, um Ford Fiesta branco, que estava abastecendo. Segundo testemunhas, ele estava ao lado do carro quando houve a explosão e foi gravemente ferido em um dos braços. Um consultor financeiro, de 24 anos, prestou os primeiros socorros às vítimas, e seguiu com ambos para o hospital.

A explosão atingiu, além de dois veículos, parte da estrutura do teto do posto. 

Ainda de acordo com testemunhas, com a explosão, estilhaços de vidro do carro chegaram a atingir um estabelecimento do outro lado da rua.

"Foi um barulho muito alto, levamos um susto imenso. Partes do vidro do carro que explodiu chegaram até aqui, no borracheiro em frente", contou a funcionária de uma loja próxima ao posto.

A Polícia Militar e a Polícia Civil, do Posto Regional de Polícia Técnica e Científica (PRPTC) estiveram no local e a ocorrência foi encaminhada para a 72ªDP (Mutuá).

Até o início da noite deste sábado (19), o estado de saúde das vítimas era estável, segundo confirmação da Secretaria Estadual de Saúde.

Caso de 2017 - Em abril de 2017, também no Colubandê, a dona de casa Érica de Lima Sirqueira, de 27 anos, morreu dentro do veículo Space Fox, placa KVS 5878, num posto de combustíveis na Rua José Mendonça de Campos, às margens da RJ-104.

O seu marido, o autônomo Jorge Sirqueira de Souza, 35, que aguardava o abastecimento do gás do lado de fora do carro da família, sofreu fraturas no rosto e mão direita, da qual perdeu ainda um dos dedos.

Uma terceira vítima do acidente, identificada como Francisco José Gomes da Costa, foi atendida com escoriações leves na emergência do Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), bem próximo ao local da explosão, e liberado em seguida.

Estagiária sob supervisão de Cyntia Fonseca*

Matérias Relacionadas