Escola é invadida e depredada por ordem de traficantes em São Gonçalo

Unidade foi abandonada pelo poder público

Enviado Direto da Redação

Foto: Filipe Aguiar

Por Thalita Queiroz*


Três meses após O SÃO GONÇALO denunciar o abandono  por parte do governo do estado do Ciep 425 Professora Marlucy Salles de Almeida, no bairro Tenente Jardim, em São Gonçalo,a situação que já era ruim piorou. 


Na última semana, a escola foi arrombada e teve janelas roubadas. A grave denúncia foi feita por moradores que estão assutados com o aumento da violência no local. A unidade de ensino, que deveria abrigar alunos foi deixada de lado pelo estado e o espaço ocioso acabou sendo ocupado por traficantes da região. 


Uma equipe de OSG esteve no local e o que encontrou foi desolador. Janelas roubadas, grades enferrujadas, portão arrombado e a entrada que deveria ter alunos deu lugar ao mato alto e cavalos pastando. 

Os moradores preferem não se identificar com medo de uma possível retaliação por parte dos criminosos. Entretanto, eles revelam que precisam ver a depredação e se manterem calados.


"O Ciep 425 era um serviço para toda a população de Tenente Jardim e do Morro do Castro, bairro vizinho, e com o seu fechamento as crianças e jovens que buscam ter um ensino precisam ir para um lugar mais distante para concluir os estudos. O que deveria ser um lugar de aprendizado e facilidade para crianças de diversas idades estudarem, se tornou um fardo para os moradores carregaram", disse um morador.


Ainda segundo o morador, a situação se agrava pois o governo do estado se manteve calado durante todo esse tempo.


"Pais e mães já tentaram fazer uma manifestação na frente da escola mas nada aconteceu. A unidade funcionava em todos os turnos e também contava com o Projeto EJA, para jovens e adultos", ressaltou.



Procurada a Secretaria  Estadual de Educação não enviou resposta. 


*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas

Veja também