Ponte do terror: assaltos constantes assustam no Largo da Ideia

Prefeitura de SG informou que a responsabilidade é de Itaboraí

Enviado Direto da Redação

Por Thalita Queiroz*


Os moradores do bairro Largo da Ideia, clamam por uma solução em relação aos altos índices de assaltos que estão ocorrendo na região. Há um autêntico 'jogo de empurra’, por conta de uma ponte que está localizada em uma região limítrofe entres os municípios de  São Gonçalo e Itaboraí, e sofre constantes assaltos. Moradores relatam que o IPTU é de São Gonçalo, mas a gestão municipal atribui o trecho ao município vizinho de Itaboraí, que por sua vez, nega. 


Moradores  contam que num trecho da ponte na Estrada José de Souza Pôrto, os roubos acontecem a qualquer hora do dia. Uma moradora, que preferiu não se identificar, afirmou que nos últimos meses, já ouviu relatos de várias pessoas que foram assaltadas ou tiveram seus carros roubados na ponte.


“Teve uma vez que foram mais de 3 carros roubados no mesmo lugar, não há policiamento no local e de noite, a iluminação não é muito boa”, lembrou ela. 


Uma outra moradora entrou em contato com O SÃO GONÇALO, pedindo que aquele trecho recebesse uma atenção maior das autoridades de segurança.


“Estamos vivendo um terror. Tem roubo a carros todos os dias próximo a ponte estreita, já foram roubados muitos carros, mais de 20 nos últimos dias”, contou a moradora. 


Ela ainda relata que  ficou sabendo de outros 4 carros roubados na última semana.


“Pedimos socorro. Na ponte, só é possível que passe um carro por vez em cada sentido. E por ser um local isolado, parece que foi esquecido pelas autoridades e não há sequer uma viatura fazendo a patrulha", diz ela. 


Na última segunda-feira (23), um carro adaptado foi assaltado na ponte e os criminosos deixaram o cadeirante jogado no local. Em um post na internet, o morador  descreveu o ocorrido.


“Acabei de presenciar um agora, furtaram um carro de um cadeirante. Jogaram ele no chão como se fosse um bicho”, relatou. 


Por meio de nota a Prefeitura de São Gonçalo informou que entrou em contato com o 7ºBPM (São Gonçalo) e foi notificada que esta região pertence ao 35º BPM (Itaboraí). Logo, não é de abrangência da Prefeitura de São Gonçalo e há a necessidade de contato com o Governo do Estado pois é de sua responsabilidade.


A assessoria de imprensa da Polícia Militar informou que o caso foi entregue ao comandante do 35º BPM (Itaboraí) para que tome as medidas cabíveis. 


*Estagiária sob supervisão de Marcela Freitas

Veja também