Jovem conhecido pela tatuagem ‘Sou Ladrão Sou Vacilão’ recebe condenação

Caso aconteceu em 2017

Enviado Direto da Redação
Rapaz ficou conhecido ao ter testa tatuada após furto

Rapaz ficou conhecido ao ter testa tatuada após furto

Foto: Divulgação


O jovem Ruan Rocha da Silva, de 19 anos, ficou conhecido em julho de 2017 após ter a frase “Eu Sou Ladrão e Vacilão”, tatuado na testa em represália por furto de celular e um agasalho de funcionárias de uma unidade de saúde em Ferrazópolis, São Paulo. Em audiência, realizada no fórum da cidade do ABC Paulista, nessa terça (10), a juíza decretou a sentença do rapaz. 


Sandra Regina Nostre Marques, da 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo, condenou o jovem Ruan a 4 anos e 8 meses de prisão em regime semiaberto. Pelo crime de 2017 ele já cumpriu 1/6 da pena e o advogado do menino está confiante na possibilidade de haver uma progressão e alcançar o regime aberto, retomando a liberdade. 


Na decisão da juíza, ela afirmou que Ruan é perigoso para estar em sociedade e que dificilmente ele conseguirá recorrer em liberdade, levando em consideração que o réu demonstrou perigo ao estar em convívio social.


Sandra Regina levou em consideração também as práticas de atos infracionais anteriores como justificativa da manutenção da prisão preventiva. 

Veja também