Guardas Municipais farão manifestação em São Gonçalo

O objetivo é reivindicar melhorias

Enviado Direto da Redação
O objetivo é reivindicar melhorias

O objetivo é reivindicar melhorias

Foto: Divulgação


Os Guardas Municipais que atuam no município de São Gonçalo realizarão uma manifestação nesta terça-feira (10), a partir das 8h, em frente a prefeitura. O objetivo é reivindicar melhorias nas condições de trabalho e materiais, além de pedir revisão do Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS).


Há meses, parte da corporação, que tem cerca de 300 funcionários, montou uma comissão para reivindicar melhorias na estrutura do órgão. Entre os principais problemas, estão fardas em péssimo estado de uso, instalações inviáveis, viaturas da Guarda Municipal quebradas e documentações desses veículos atrasadas. 


As fardas em questão deveriam ter sido entregues no mês passado, de acordo com resposta da assessoria de comunicação, em resposta à matéria realizada por OSG no dia 3 de agosto, que informava que "a prefeitura fez uma licitação para compra do material, que está em fase de empenho e algumas peças irão começar a ser distribuídas ainda em agosto".


"Foi colocada no Diário Oficial a compra dos uniformes e somente isso foi feito pela prefeitura. Pela informação da base, nossas fardas ainda vão demorar muito para ficarem prontas, mas mandaram fazer. Enquanto isso, nossos aposentados perderam mais de R$ 1 mil com a retirada da gratificação e nada foi feito. Nosso salário também está defasado em 18%, porque tem vários anos que a prefeitura não dá o aumento", explicou o guarda José Carlos Gimenez, um dos membros da comissão.


Com apoio do Sindicato dos Servidores Públicos Efetivos (Sindspef-SG) e de outras categorias, a Guarda Municipal também vai reivindicar a saída do atual comandante da corporação.


"A Guarda Municipal está insatisfeita com a prefeitura e com o atual comandante. Fizemos um assembleia e elegemos o Vinícius como nosso comandante, pedindo a saída do atual. Fizemos um ofício e enviamos por meio do sindicato. Estamos esperando a resposta do prefeito", emendou outro guarda. 


Contactada, a Prefeitura não encaminhou resposta até a publicação desta reportagem.

Veja também