Polícia Civil encontra irregularidades e interdita posto no Lindo Parque

Gerente do estabelecimento foi preso em flagrante

Enviado Direto da Redação
Uma das bombas estava entregando 10% a menos do combustível comprado pelo cliente

Uma das bombas estava entregando 10% a menos do combustível comprado pelo cliente

Foto: Divulgação

A Delegacia de Defesa de Serviços Delegados (DDSD) realizou uma operação, nessa quarta-feira (24), em continuação às ações de fiscalização de postos de combustíveis com denúncias de irregularidades. Um estabelecimento foi interditado em São Gonçalo, e o supervisor geral da rede de postos e gerente foi preso em flagrante por crime contra a ordem econômica e crime contra a ordem tributária e furto.

Segundo os agentes, no posto de gasolina localizado na Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco, no bairro Lindo Parque, foram constatadas fraudes em todas as bombas de combustível líquido, dentre elas, a denominada "Bomba Baixa" em um dos bicos analisados, que estava entregando cerca de 10% a menos combustível para o consumidor final, uma vez que ao encher o recipiente medidor com capacidade para 20 litros, a bomba registrou ao menos 22,06 litros, caracterizando, assim, o crime.

A operação teve o apoio do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE), Inmetro, Agência Nacional do Petróleo (ANP) e Instituto de Pesos e Medidas (IPEM).

O proprietário, que não estava no local, também será indiciado pelos mesmos crimes.

Veja também