Grupo 'Negros e Vozes' se apresenta neste domingo, em Niterói

Projeto 'Arte na Rua' conta com músicas, teatro e outras atrações para esse final de semana

Enviado Direto da Redação
Show do Grupo ‘Negros e Vozes’ acontece no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, domingo (23)

Show do Grupo ‘Negros e Vozes’ acontece no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno, domingo (23)

Foto: Divulgação

Dando continuidade à programação do projeto ‘Arte na Rua’, amanhã Raphaello Mazzei se apresenta no trevo de Piratininga. E, no domingo, dia 23 de junho, acontecem duas atrações, em locais distintos: a oficina Ciranda do mar, no Horto do Fonseca; e o show do grupo Negros e Vozes, no Centro Cultural Paschoal Carlos Magno.


O projeto, de responsabilidade da Secretaria de Cultura de Niterói/FAN, leva artistas de forma gratuita para se apresentarem em diversos pontos da cidade. A sequência desse ano teve início no dia 7 de junho e terá fim no dia 30 deste mês, no domingo.


Raphaello Mazzei, primeiro show da semana, se apresenta com as canções de seu primeiro álbum. Com participações como a de Arthur Maia, Black Alien e Claudio Zoli, “Equilíbrio Fundamental” traz em suas músicas a mistura do pop com a black music. Além de Mazzei, o fim de semana do Arte na Rua também é voltado para crianças.


A oficina Ciranda do mar, ministrada por Adriana de Holanda (mediadora), Joás Santos (luthier e percussionista) e Yure Santos (percussionista), foi organizada pela Escola Semente de Jurema. Foca no aprendizado das canções e histórias da cultura popular brasileira para crianças, por meio dos ritmos da ciranda, coco e maracatu e aborda, ainda, a temática do mar e da importância da preservação da natureza. Voltada para crianças a partir de 2 anos, o número máximo de participantes é 30.


Para fechar com chave de ouro o final de semana, o Arte na Rua traz o show do grupo Negros e Vozes. O quarteto é composto por Bira Barbosa, Anderson Silva, Leandro Justino, Negro Dinho. Os cantores são acompanhados por uma banda e, juntos, cantam músicas do folclore e canções nos dialetos africanos, negro spirituals, soul, samba, pop e black music.


Negros e Vozes- O quarteto nasceu há 14 anos, na comunidade da Grota do Surucucu, em São Francisco. Atualmente, boa parte do grupo trabalha como professor de música no espaço Cultural da Grota. Inspirados nos ritmos de grupos como Boyz II Men, Sampa Crew e Take 6, seu repertório gira em torno de ritmos do folclore e de canções africanas, negro spirituals, soul, samba, pop e black music. As primeiras apresentações da carreira foram em festas de rua, clubes e em projetos culturais, como encontro de entidades negras e Shows beneficentes.


Desde a sua Criação, o Grupo Vocal Negros e Vozes já abriu shows e dividiu palco com vários artistas consagrados, como Mc Léozinho, Gabriel o Pensador, MV Bill, Abdulla, Luiz Carlos da Villa, Grupo MPB 4, Banda Brazilians2Wins e Orquestra de Cordas da Grota.

Veja também