População de São Gonçalo espera por vacinas contra gripe

Os principais alvos são gestantes, crianças, idosos e professores

Enviado Direto da Redação

Apesar dos registros de morte por gripe no Brasil já chegarem a 199 casos apenas em 2019, até o dia 15 de junho a vacinação continua sendo apenas para o grupo prioritário no Estado do Rio de Janeiro. Mesmo assim, a população gonçalense continua procurando os postos de saúde da cidade, sem sucesso.


Esse é o caso da aposentada Ângela Maria Pereira, de 51 anos. Ela, que mora em Neves, contou que continuamente fica resfriada e procurou a vacina da gripe no Polo Sanitário Washington Luiz Lopes, no Centro de São Gonçalo, para se precaver.


“Me informaram que só estará liberada para os outros grupos a partir do dia 17 de junho, pois eu não estou dentro do prioritário. Acho que deveriam liberar logo a vacinação para todos, pois temos os mesmos riscos”, disse a aposentada.


Quem também foi até o posto no Centro de São Gonçalo foi a autônoma Rosilene da Silva, 48. Ela explicou que já tomou a vacina pois é cuidadora, mas que suas filhas, de 18 e 16 anos, ainda não conseguiram.


“Se é uma doença que está prejudicando a todos, tem que ser liberada para todos. Minhas filhas ainda não conseguiram tomar a vacina e eu estou muito preocupada”, explicou Rosilene.


A vacina protege contra os três subtipos do vírus que mais circulam no Hemisfério Sul, incluindo o H1N1, principal responsável pelas mortes no país.


Os principais alvos da vacinação são gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, crianças menores de seis anos, idosos, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores da área de saúde, professores e povos indígenas. A escolha do grupo prioritário é determinada pela Organização Mundial da Saúde (OMS).


A Secretaria Municipal de Saúde informa que até o momento 165 mil pessoas já se vacinaram no município de São Gonçalo. Em relação à vacina, após a campanha para os grupos prioritários, a Secretaria de Estado de Saúde que irá decidir. (Daniela Scaffo)

Veja também