Sem ações efetivas da GM, travessia perigosa causa riscos para pedestres em Niterói

Riscos de atropelamento são constantes na Alameda

Enviado Direto da Redação

Diariamente, motoristas e pedestres enfrentam um caos,com a falta de organização no trânsito pela Guarda Municipal e o não cumprimento das leis nas ruas de Niterói. Ontem, com a chuva que caiu sobre a cidade desde a manhã e a ausência de guardas, a situação piorou.


Na Alameda São Boa Ventura, na Zona Norte da cidade, carros de passeio se aproveitavam da falta de guardas civis municipais, para trafegarem pela pista seletiva, que é utilizada pelos coletivos da cidade.


“Essa ‘bandalha’ é constante aqui. Não acho que seja falta de efetivo de guardas, mas, sim, de vontade de trabalhar. Acho que a administração pública deveria fiscalizar mais seus profissionais. Basta uma simples passagem pela Alameda, para ver a falta de comprometimento dos agentes da guarda com essa região”, disse um comerciante.


Sem qualquer tipo de orientação, muitos acabam se arriscando e, não é difícil ver pedestres atravessando entre os carros. Na manhã de ontem, em menos de 30 minutos, a equipe de O SÃO GONÇALO flagrou várias infrações.


Veículos parados sobre as calçadas de vias principais também é um problema


Na Alameda, para realizar a travessia, os pedestres precisam passar na frente dos ônibus nas baias utilizadas para parada dos veículos ou pularem as muretas da via, podendo ocasionar acidentes. Em toda a via, é possível observar que não há guarda municipal para orientar condutores e pedestres com relação ao trânsito e o que pode ou não ser feito.


“Na correria do dia-a-dia, a gente acaba se arriscando, mas sabemos que não é o correto. Se tivesse um guarda aqui, acredito que essa atitude seria desencorajada”, disse uma professora.


Como não bastassem esses problemas, ainda é possível flagrar no local, carros estacionados irregularmente em toda a extensão da via, que atrapalham principalmente idosos e pessoas com carrinho de bebê de caminharem na calçada, fazendo com que passem pela rua.




Veja também