Bolsonaro quer ampliar para dez anos validade da carteira de motorista

Presidente fez anúncio através de sua rede social

Enviado Direto da Redação

Internado há duas semanas no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para a retirada da bolsa de colostomia e religar o trânsito intestinal, o presidente Jair Bolsonaro, anunciou através da sua conta no Twiter a ampliação do prazo de validade Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o fim de fim da obrigatoriedade de aulas com simuladores e mudanças nas medidas que afetam caminhoneiros e questões de emplacamentos.

Sem dar prazos, caberá ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, anunciar as novas medidas.  Durante sua campanha, Bolsonaro falou sobre o tema e de sua vontade de que a validade aumentasse de 5 para 10 anos. A CNH passará por  mudanças em 2022, quando um novo modelo do documento, com chip, será adotado.

O presidente também fez duras críticas ao Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que segundo ele, emite cerca de 100 resoluções/ ano atrapalhando a vida de quem transporta no Brasil. Com a reforma ministerial feita em janeiro, o Contran passou a ser subordinado ao Ministério da Infraestrutura, antes  era ligado ao extinto Ministério das Cidade.

Veja também