Valão assoreado preocupa moradores de São Gonçalo

Problema fica na Rua General Alcio Souto, no Luiz Caçador

Enviado Direto da Redação

Por Marcela Freitas

O risco de enchentes ocasionadas pelo assoreamento do Rio Alcântara, que corta a corta a Rua General Alcio Souto, no Luiz Caçador, vem sendo motivo de grande preocupação para moradores da localidade.

Eles contam que, por várias vezes, já estiveram na Prefeitura de São Gonçalo para pedir que alguma ajuda seja dada, tanto pelo órgão municipal, quanto pelo Instituto Estadual do Ambiente, mas nenhuma providência foi tomada.

Uma moradora do local, que pediu para não ser identificada, chegou a organizar um abaixo assinado e reunir centenas de assinaturas, mas nem assim teve retorno.

 “Estamos pedindo socorro diante dessa situação. Nós moradores somos reféns do abandono. O rio está tomado de lixo e completamente assoreado. O risco de alagamento dos imóveis é muito grande. Será que não há ninguém que possa ver essa situação? Se acontecer uma desgraça várias pessoas vão aparecer e aí será tarde”, reclamou.

O Inea não enviou resposta sobre o caso até o fechamento desta edição.

Veja também