Fábrica de máscaras em SG fecha depois de 61 anos

Condal era famosa por produções para o Carnaval

Enviado Direto da Redação
Fábrica de máscaras que fez história em São Gonçalo está de portas fechadas este ano

Fábrica de máscaras que fez história em São Gonçalo está de portas fechadas este ano

Foto: LEONARDO F

Preste a completar 61 anos, de fundação, a Condal fábrica de máscaras, localizada na Covanca, em São Gonçalo, deixa pela primeira vez de produzir e abrilhantar o Carnaval, no Brasil e no mundo.


Criada em 1958 pelo artista plástico Armando Valles, a Condal passou a ser administrada pela esposa Olga Gilbert Huch em 2007, ano de seu falecimento. Dez anos depois, Olga passou o controle da fábrica para o artista plástico Gabriel Barros, de 29 anos, que cuidava da produção de arte do local desde 2013.

Entretanto, após um ano à frente do negócio, Gabriel preferiu não continuar com as produções e, portanto, este ano, as portas da Condal estão fechadas. Procurado por nossa equipe de reportagem, Gabriel se limitou a dizer que a fábrica fechou, mas que as questões burocráticas estão a cargo da família de Valles.

“Eu abri minha fábrica de produtos artesanais em Duque de Caxias”, disse Gabriel sem dar maiores detalhes.

O SÃO GONÇALO tentou por alguns dias entrar em contato Olga, para saber sobre o futuro da empresa, mas o telefone estava desligado.


História de origem catalã


A Fábrica Condal Comércio e Indústria foi criada pelo catalão Armando Valles, artista plástico e professor de escultura na Universidade de Barcelona, falecido em 2007. Nascido na Espanha, Armando veio morar no Brasil a convite da extinta fábrica de brinquedos, Fama, onde hoje é o Hospital Menino de Deus, na região central da cidade. E em seu emprego na região, ele criava bonecas. Já ambientado em solo brasileiro, o espanhol viu uma chance de negócio no carnaval, ao perceber que os foliões não utilizavam máscaras que era um adereço comum em seu país. Com esta ideia, passou a criar suas primeiras máscaras, ainda bem artesanais. Já no ano de 1958, Valles, fundou a Condal (alcunha da qual Barcelona também é conhecida na Espanha).


A partir 1975 a Condal, que sempre permaneceu no mesmo endereço, passou a figurar no mercado internacional e convivia com a forte concorrência chinesa. Com o sucesso ganhou o título honorário de cidadão gonçalense, em 1980. E além do período da folia, com o tempo, a empresa passou atuar no segmento de confecção de fantasias e máscaras para festa junina e Halloween.

Veja também