Cineasta gonçalense dirige clipe de Zezé Motta na Mangueira

Alberto produz o clipe da trilha sonora da novela ‘Ouro Verde’

Enviado Direto da Redação

Por Rennan Rebello

A cantora e atriz Zezé Motta gravou o videoclipe da música ‘Batuque de Angola’, no Morro da Mangueira, com direção do cineasta Alberto Sena, que é idealizador do ‘Cine Tamoio - Festival de Cinema de São Gonçalo’ e integrante do coletivo ‘Ponte Cultural’ que realiza atividades socioculturais na região. A canção faz parte da trilha sonora da telenovela que Zezé atuou em Portugal, intitulada como ‘Ouro Verde’, que está concorrendo o ‘Emmy Internacional’ como melhor produção de seu segmento na premiação muito importante entre as emissoras de TV de todo o Mundo.

“Tudo está sendo uma boa surpresa para mim, a novela foi um sucesso e está concorrendo ao Emmy, que é o ‘Oscar da Televisão’ e a música também teve uma ótima repercussão e por isso resolvemos gravar esse clipe que deixei a cargo do Alberto (Sena) que é uma pessoa extremamente competente. Estou amando as gravações que mescla a cultura brasileira com a nossa raiz africana e principalmente de misturar samba com semba (ritmo tradicional angolano)”, disse Zezé Motta, no camarim, a O SÃO GONÇALO.

A parceria artística entre Zezé e Alberto surgiu após a premiação da segunda edição do Cine Tamoio, no ano passado, no Teatro Carequinha, em Neves, quando Zezé foi a homenageada da noite.

“Após o festival de cinema, Zezé e eu continuamos conversando e eu acabei sendo convidado por sua produção para fazer o roteiro e direção deste trabalho, do qual me deixou honrado. Resolvemos gravar na Mangueira, porque os compositores são moradores desta comunidade e para falar de samba temos que falar de morro também”, explicou o diretor que adiantou que há mais uma parceria prevista com a artista.

“A Zezé tem outra música que faz parte da novela e que se chama ‘Ficar ao seu lado’ do qual pensamos em produzir um outro videoclipe. Mas, agora o foco é este trabalho que precisa ficar pronto antes do 19 de novembro que é o dia do resultado do Emmy”, revelou Sena.


Apesar da fama em outros países como Angola, Zezé, não pensa em deixar o Brasil. “Morei em Portugal por seis meses para gravar esta novela e é difícil andar na rua, a primeira vez que fui estava passando a novela ‘Kananga do Japão’ (da extinta TV Manchete) e era um sucesso absurdo. Mas tenho uma mãe de 94 anos para cuidar e minhas filhas que precisam da minha presença”, contou Zezé Motta.


Nos bastidores havia gente de renome no meio musical como o 'príncipe do soul brasileiro' Carlos Dafé. "Para mim, ser convidado para trabalhar nesta produção com a Zezé Motta, que é minha amiga desde os anos 70. Para mim, foi um presente de aniversário, eu comemorei dias atrás no Teatro Rival com amigos mas meu presente foi estar presente nesta produção" , disse Dafé que tem parceria em seus shows do cantor Dico, de São Gonçalo.


Uma Zezé Gonçalense - A atriz gonçalense Fernanda Elisa, de 27 anos, que era moradora do Coelho e atualmente vive em Botafogo, na Zona Sul do Rio, fez o papel de 'Zezé Motta jovem' no clipe. "Para mim, a experiência foi ótima porque diante deste trabalho tenho a esperança de que outros surjam. Além disso, foi uma grande responsabilidade. Já que a Zezé é uma atriz admirável e eu aprendi durante as gravações. Inclusive, recebi elogios e ela me agradeceu por fazer parte desse trabalho", disse Fernanda, que em 2016, participou do concurso 'Beleza Negra', em 2016, no Clube Esportivo Mauá, no bairro Estrela do Norte e hoje em dia estuda na Casa de Artes de Laranjeiras (Cal) mas antes era aluna do curso de teatro Carol Araujo, de São Gonçalo.


Veja também