Venda de flores e velas e a limpeza de túmulos movimentam os entornos dos cemitérios

Vendedores aproveitam a chance de conseguir uma grana extra

Escrito por Redação 02/11/2018 09:32, atualizado em 02/11/2018 09:28
Vendas no dia de finados garante grana extra
Vendas no dia de finados garante grana extra . Foto: Filipe Aguiar

Nem sempre feriado é sinônimo de descanso. Para muitos moradores de São Gonçalo, essa é a oportunidade de conseguir uma grana extra. E, uma boa oportunidade para reforçar o orçamento é o “Dia de Finados”, que reúne milhares de pessoas nos principais cemitérios da cidade.

A vendedora ambulante Isabel Cristina Lima montou uma banca de flores ao lado do Cemitério de São Gonçalo, no Camarão, e está preparada para o dia da celebração.

“Há mais de 10 anos que faço esse serviço. Garantimos o ponto enquanto meu tio vai comprar as flores. Depois é só limpar. Ultimamente as vendas têm crescido bastante antes do ‘Dia de Finados”. Nossa expectativa é a melhor”, afirmou. Opinião compartilhada pelo feirante Luiz Henrique Silva, 61 anos. “Trabalho na feira e, nessas datas, venho para rua para vender flores. Não tem como ficar parado. A procura tem sido boa”, apontou. Já Christofer Gabriel Costa, 21, realiza a limpeza e pinturas de sepulturas há cinco anos. “Estou desempregado, e essa foi a forma que encontrei de garantir uma grana extra. Não cobro um valor tabelado porque depende do tipo de serviço a ser executado, mas apesar da concorrência aqui dentro tem espaço para todos”, revelou.

Visita antecipada - As vendas antecipadas estão crescendo por conta de pessoas como a aposentada Marli Moura, 69 anos, que deixou para fazer suas homenagens ontem. “Eu venho no ‘Dia de Finados’, mas também várias vezes ao longo do ano. Sou católica e sigo essa tradição há anos. Neste ano, vou viajar e tive que antecipar minha visita”, contou.

Valores - Quem estiver pensando em comprar as flores na hora, é bom ficar atento aos preços. O SÃO GONÇALO fez uma breve pesquisa: arranjos diversos custa R$ 8; dúzia da rosa, R$ 20; palmas, R$ 20; vela R$ 5, a caixa.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas