Niterói fará concerto para ajudar artista da cidade a estudar em Boston

Dinheiro arrecadado será revertido para Kely

Escrito por Redação 16/07/2018 09:29, atualizado em 16/07/2018 09:27

O financiamento coletivo para ajudar a violoncelista niteroiense Kely Pinheiro, de 20 anos, a estudar em uma das maiores faculdades de música do mundo, continua. Mas uma novidade deixou a musicista e sua família ainda mais empolgados para a viagem: um concerto no Teatro Municipal de Niterói, no próximo dia 25, promovido pela Prefeitura de Niterói, que terá toda a renda revertida para a artista como forma de auxílio para custear moradia e alimentação na Berklee College of Music, em Boston, Estados Unidos, onde conseguiu bolsa integral.

O concerto ‘Kely vai pra Berklee’ terá duas sessões, a primeira às 17h e a segunda, às 19h. Os shows vão misturar música com a história de Kely e contarão com a participação da Orquestra de Cordas da Grota, da Camerata Larangeiras, do Quarteto Mezzomusic e do violoncelista britânico David Chew.

Para o repertório, a artista selecionou temas como “Asa Branca” (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira), “Kanon” (Johann Pachelbel), “Manhã de Carnaval” (Luiz Bonfá e Antônio Maria), “Man in the Mirror” (Glen Ballard e Siedah Garrett), “Samba em Prelúdio” (Baden Powell e Vinicius de Moraes), “Wave” (Tom Jobim), “Canto das 3 raças” (Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro) e “Berimbau” (Baden Powell e Vinicius de Moraes).

Nascida na Favela da Grota do Sururucu, em São Francisco, a violoncelista atualmente é estudante de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Um dos grandes momentos que a niteroiense afirma ter mudado a sua vida foi o encontro com o professor de piano da Berklee, Gilson Schachnik, no fim do ano passado, que encantado com sua técnica, a avisou da seleção para a universidade.

“Eu passei por diversas provações na minha vida e não vou desistir do meu grande sonho. Tenho que agradecer a cada um que já realizou qualquer tipo de doação. Tenho certeza que vou conseguir arrecadar a quantia e vou conseguir me aperfeiçoar na música em uma das maiores faculdades do mundo”, contou, em recente entrevista a O SÃO GONÇALO.

Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas