Niterói fará concerto para ajudar artista da cidade a estudar em Boston

Dinheiro arrecadado será revertido para Kely

Enviado Direto da Redação
Estudante de Niterói conquistou bolsa para estudar em Boston

Estudante de Niterói conquistou bolsa para estudar em Boston

Foto: Divulgação

O financiamento coletivo para ajudar a violoncelista niteroiense Kely Pinheiro, de 20 anos, a estudar em uma das maiores faculdades de música do mundo, continua. Mas uma novidade deixou a musicista e sua família ainda mais empolgados para a viagem: um concerto no Teatro Municipal de Niterói, no próximo dia 25, promovido pela Prefeitura de Niterói, que terá toda a renda revertida para a artista como forma de auxílio para custear moradia e alimentação na Berklee College of Music, em Boston, Estados Unidos, onde conseguiu bolsa integral.

O concerto ‘Kely vai pra Berklee’ terá duas sessões, a primeira às 17h e a segunda, às 19h. Os shows vão misturar música com a história de Kely e contarão com a participação da Orquestra de Cordas da Grota, da Camerata Larangeiras, do Quarteto Mezzomusic e do violoncelista britânico David Chew.

Para o repertório, a artista selecionou temas como “Asa Branca” (Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira), “Kanon” (Johann Pachelbel), “Manhã de Carnaval” (Luiz Bonfá e Antônio Maria), “Man in the Mirror” (Glen Ballard e Siedah Garrett), “Samba em Prelúdio” (Baden Powell e Vinicius de Moraes), “Wave” (Tom Jobim), “Canto das 3 raças” (Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro) e “Berimbau” (Baden Powell e Vinicius de Moraes).

Nascida na Favela da Grota do Sururucu, em São Francisco, a violoncelista atualmente é estudante de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). Um dos grandes momentos que a niteroiense afirma ter mudado a sua vida foi o encontro com o professor de piano da Berklee, Gilson Schachnik, no fim do ano passado, que encantado com sua técnica, a avisou da seleção para a universidade.

“Eu passei por diversas provações na minha vida e não vou desistir do meu grande sonho. Tenho que agradecer a cada um que já realizou qualquer tipo de doação. Tenho certeza que vou conseguir arrecadar a quantia e vou conseguir me aperfeiçoar na música em uma das maiores faculdades do mundo”, contou, em recente entrevista a O SÃO GONÇALO.

Veja também