Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,3317 Euro up 5,5605
Search

Pedestres correm riscos em via de acesso à escola e órgãos públicos em São Gonçalo

Rua no Colubandê não tem sinalização ou acostamento

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 14 de março de 2018 - 09:36
A Rua Capitão Juvenal Figueiredo, no Colubandê, não tem sinalização, nem faixa de pedestre
A Rua Capitão Juvenal Figueiredo, no Colubandê, não tem sinalização, nem faixa de pedestre -

Por Daniela Scaffo

Uma das principais vias de acesso a serviços públicos, como o Fórum Juíza Patrícia Lourival Acioli; o quartel do Corpo de Bombeiros e o Hospital Estadual Alberto Torres, a Rua Capitão Juvenal Figueiredo, no Colubandê, em São Gonçalo, tem ‘armadilhas’ para os pedestres. Quem atravessa no local, precisa de muita atenção devido ao fato da rua não ter sinalização ou acostamento.

Além dos serviços públicos, na rua também está o Colégio Estadual Comendador Valentim dos Santos Diniz (Nata). Mãe de um dos alunos da escola, a cabeleireira Sara Regina Siqueira dos Santos, de 39 anos, reclama da falta de sinalização. “Não há placas informando que ali existe uma escola. Os motoristas passam pela via correndo e não param para as pessoas atravessarem. As crianças e outros pedestres dividem a estrada com os carros”, disse.

O auxiliar de manutenção Sérgio Gomes, 63, contou que atravessar a rua com segurança depende da sorte. Na manhã de ontem, ele demorou mais de três minutos para cruzar a rua de um lado para o outro, e reclamou da falta de acostamento. “A gente demora muito para atravessar. Além disso, não há acostamento”, disse.  

A Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) informou que formalizou, por meio de ofícios, junto à Prefeitura de São Gonçalo, a melhoria na sinalização e instalação de um semáforo no local.

Transtorno

Outro trecho de transtorno para os pedestres fica próximo a saída do viaduto do Colubandê, no sentido Niterói. No local, alguns carros seguem para a pista sentido Ceasa, outros para contornar a praça, enquanto um outro fluxo se divide para a Capital Juvenal Figueiredo e a RJ-104.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de São Gonçalo foi procurada, mas não se pronunciou até o fechamento desta edição.

Matérias Relacionadas