Idosa está há cinco dias sem luz no Colubandê em São Gonçalo

Falta de energia foi provocada por queda de árvore

Escrito por Redação 20/01/2018 10:32, atualizado em 20/01/2018 10:32
>> Uma árvore caiu sobre o medidor da casa de dona Fátima
>> Uma árvore caiu sobre o medidor da casa de dona Fátima . Foto: JD


A forte tempestade que provocou um apagão em cerca de 15 bairros de São Gonçalo, na noite da última segunda-feira, ainda causa transtornos para a funcionária pública Maria de Fátima Silva, de 60 anos, e moradora da Rua Sampaio Vidal, no Colubandê. Isso porque uma árvore caiu sobre o medidor de energia de seu imóvel e destruiu o equipamento, deixando a casa sem energia elétrica desde então.


Desde o ocorrido, Maria de Fátima vem tentando resolver, sem sucesso, o problema com a Enel, ou seja, passados cinco dias a situação ainda não foi solucionada. Na manhã de ontem, a reportagem de O SÃO GONÇALO e acompanhou o desespero da idosa, que chegou a pedir que um vizinho cortasse parte da árvore que atingiu o poste.


“Estou há dias sem dormir com todo esse calor. Já perdi tudo o que tinha na geladeira. Estou muito triste e cansada com essa situação. Quando ligo para a Enel, a informação que eles me dão é que a energia já foi restabelecida. Tento argumentar que a minha situação é uma caso isolado, mas mesmo assim eles não me socorrem. Não aguento mais ficar colecionando esses protocolos que não servem para nada”, lamentou.


A Enel informou à reportagem de OSG, através de mensagem eletrônica, que “o fornecimento de energia para o local encontra-se normalizado”. (Marcela Freitas)



Gostou da matéria?
Compartilhe!

Veja também

Mais lidas