Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar down 5,2536 Euro down 5,4987
Search

Longa espera na entrega de encomendas nos Correios causa revolta no Colubandê

Idosos, grávidas e crianças passaram por apuros

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 12 de janeiro de 2018 - 10:49
Imagem ilustrativa da imagem Longa espera na entrega de encomendas nos Correios causa revolta no Colubandê

“Aguardando retirada.” A mensagem de chegada dos produtos a um Centro de Distribuição dos Correios (CDC) costuma levar alegria as pessoas, mas quem precisou utilizar o serviço do CDC Colubande, nesta quinta-feira (11), passou por apuros. Diversos moradores do bairro e proximidades tiveram muita dificuldade em retirar suas encomendas enquanto alguns nem mesmo conseguiram ter acesso aos seus objetos.

Uma das pessoas que sofreram com a desorganização foi Danielle Pinto, de 28 anos. Ela relatou que nunca havia passado por uma situação tão constrangedora, por mais que sempre demorem no atendimento e nas entregas. “Cheguei aqui as 8h30 e passei por poucas e boas. É muito complicado tudo isso, pois aqui não possui a menor estrutura pra dar o mínimo de suporte para a população...”, afirmou.

De acordo com Danielle, muitas pessoas abandonaram a agência, pois os funcionários informavam que os produtos não haviam sido separados após chegarem ao Centro de Distribuição. Idosos, grávidas e até crianças passaram por essa situação.

Quem também por apuros foi Patricia Jasmin, de 45 anos, que já havia ido ao CDC na última terça-feira após ter o seu produto com status: “aguardando retirada” no site dos Correios. Na ocasião, foi informada que os produtos estavam em um container e que não era possível fazer a entrega naquele dia.

“Não tem banheiro, não tem bebedouro... não tem ventilação nas salas... Aqui não tem nada e ficamos reféns desse serviço deplorável. Precisamos implorar por um serviço que deveria ser bem melhor. Todas essas pessoas que estão aqui estão no calor e sendo mal tratadas.” afirmou a dona de casa.

Até o fechamento desta edição os Correios não retornaram os contatos feitos pela reportagem de O SÃO GONÇALO.

Matérias Relacionadas