Bailarina gonçalense faz 'vaquinha' online para estudar nos Estados Unidos

Menina ganhou bolsa em academia de Miami

Enviado Direto da Redação
>> Ana Livia sonha em participar de uma renomada academia de dança no exterior

>> Ana Livia sonha em participar de uma renomada academia de dança no exterior

Foto: LEONARDO F



Dançarina de ballet desde os três anos de idade, Ana Livia Costa Santos, de 15 anos, está prestes a realizar seu maior sonho, que é de participar de uma renomada academia de dança no exterior. Porém, a estudante precisa de R$40 mil para essa conquista, que está tentando arrecadar em uma ‘vaquinha’ online.


A menina, que é moradora de São Gonçalo, ganhou uma bolsa de 50% de desconto para o Summer Course Intensive (curso intensivo de verão, em português) no Miami City Ballet, nos Estados Unidos. As aulas iniciam em julho.


Ana Livia participou de uma audição na academia em que faz aula, o Cenarte Dimensões, que fica no Camarão, em São Gonçalo, e foi selecionada para ser uma das dançarinas do espetáculo “O Quebra Nozes”, dirigido por Alice Arja, que estava no Teatro Carlos Gomes, no Centro do Rio. Foi interpretando uma valsa de flores e uma das mães das crianças que ela conseguiu a bolsa.


“Ela foi agraciada com essa bolsa, que nos deixou muito felizes. Minha filha é uma menina pobre e uma viagem desse porte para realizar o sonho dela é uma benção. Nunca desisto, tudo que aparece para ela, eu e o pai dela abraçamos”, contou a administradora Adriana Costa, de 37 anos, mãe da menina.


Porém, a família da estudante não tem condições de arcar com as despesas da viagem e resolveu fazer uma vaquinha online, que tem objetivo de arrecadar R$40 mil até maio deste ano. O valor servirá para custear passaporte, vistos, hospedagem, passagens de avião, taxas, os outros 50% do curso e estadia da menina.


“Ana Livia sempre foi muito batalhadora. Ela vive da dança e fazemos de tudo para realizarmos os sonhos dela. É um trabalho árduo e tenho muito orgulho de fazer o possível para que minha filha se envolva nesse meio cultural”, explicou Adriana.


A estudante já provou que é merecedora da oportunidade. Ana Livia, que também se dedica ao teatro, dança contemporânea e jazz, dá aulas de dança na escola em que estuda desde os 11 anos. As turmas são de meninas entre dois e 12 anos de idade.


“É um projeto extraclasse simples, mas que as crianças gostam muito. Infelizmente, no Brasil, a cultura não é muito valorizada, então eu desejo que as pessoas que tem o sonho parecido com o meu, tenham a mesma oportunidade que eu tive, de fazer um curso no exterior”, disse Livia.


A bailarina também ficou em terceiro lugar na mostra competitiva do Festival de Dança de Joinville, em julho do ano passado, e foi indicada para melhor bailarina da noite em que dançou no 8° Festival de Dança de Florianópolis, em agosto do mesmo ano.


Uma das diretoras do Cenarte Dimensões, Aline Kelly Curvão, de 35 anos, contou que a vitória de Ana Livia é fruto de um trabalho árduo de dedicação e apoio da família. Além de Livia, outros dois adolescentes da escola de dança gonçalense foram aprovados com bolsas para a Miami City Ballet. São eles Julia Ribeiro, de 12 anos, que dança há apenas um ano; e Jonatas Oliveira, de 15, que recebeu bolsa de 100%.


“Isso tudo é muito gratificante, pois sabemos que estamos fazendo um trabalho legal. Sabemos que alguns desses jovens poderiam estar no caminho errado, mas estão aqui, se dedicando diariamente. A Livia é muito dedicada e realiza um trabalho diário de 3h de dedicação, além de disciplina alimentar, acompanhamento nutricional e outro conjunto de fatores”, comentou a professora.


Os interessados em ajudar Ana Livia a realizar o seu sonho poderão fazer a doação a partir do link da vaquinha online: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ana-livia-in-miami
.


Veja também