Instagram Facebook Twitter Whatsapp
Dólar up 5,3317 Euro up 5,5605
Search

Jovem gonçalense disputa prêmio mundial de educação técnica nos Emirados Árabes

Silvio representa o Brasil na WorldSkills

relogio min de leitura | Escrito por Redação | 13 de outubro de 2017 - 10:17
Silvio participa, a partir de domingo, de torneio de educação técnica
Silvio participa, a partir de domingo, de torneio de educação técnica -

Vinte anos e o título de melhor do Brasil em sua carreira e muita disposição para alcançar também o posto de melhor profissional de construção e alvenaria do mundo. Esse é Silvio Crispim, ex-aluno do Senai que participa, entre o próximo domingo (15) e quarta-feira (18), da WorldSkills Competition.

O maior torneio de educação técnica do mundo será em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes, e contará com mais de 1,2 mil competidores de 68 países.

Silvio Crispim é um dos 56 representantes do Brasil na WorldSkills. Nascido em São Gonçalo, o jovem começou um curso profissionalizante em 2014, no Senai Niterói, na área de construção civil. Desde sempre, seus instrutores reconheceram seu potencial.

Ele foi, então, selecionado para participar da Olimpíada do Conhecimento, que contempla as fases escolar, estadual e nacional da competição técnica. Foi nelas que superou seus concorrentes brasileiros e consagrou-se melhor do país.

“Pratiquei todas as técnicas possíveis para fazer um bom trabalho e trazer a medalha para casa”, afirmou Silvio.

No torneio mundial, os competidores precisam demonstrar habilidades individuais e coletivas para responder aos desafios de suas ocupações dentro de padrões internacionais de qualidade.

Organizada pela WorldSkills International – entidade que trabalha, há mais de 65 anos, para o desenvolvimento das ocupações técnicas, a disputa reúne jovens de países e regiões das Américas, Europa, Ásia, África e Pacífico Sul.

“Saber que vou estar num lugar em que muitos sonham é gratificante. Será uma experiência única na minha vida”, disse o jovem.

Silvio pode ser o terceiro a trazer o título de melhor do mundo para o solo fluminense. Antes dele, dois estudantes formados pelo Senai Rio foram consagrados campeões mundiais da WorldSkills na área de joalheria, em 2011 e em 2015. Até hoje, o Brasil já acumula 121 medalhas.

Matérias Relacionadas